Governo do Amazonas deve destinar R$ 34 milhões ao setor primário

O governo do Amazonas incentiva o setor primário. Pelo menos R$ 34 milhões serão destinados para o segmento na região, segundo anunciou, ontem, o governador do Estado, Wilson Lima (PSC), durante o lançamento do Plano Verão, na comunidade Novo Remanso, na zona rural de Manaus.

O anúncio sobre a liberação dos recursos aconteceu no Dia do Agricultor, comemorado nesta quarta-feira (28). Os novos investimentos são para fomentar atividades que envolvem plantio e escoamento da produção após o fim da estação chuvosa, período em que as áreas cultiváveis reúnem mais nutrientes para diversas culturas no campo.

O governador Wilson Lima explicou as novas estratégias de auxílio aos produtores rurais. “São ações importantes para quem produz aqui nesses ramais, aqui no entorno de Manaus e região metropolitana”, ressaltou ele. “Nós já temos uma situação mais controlada da pandemia, avançamos muito na vacinação, e há também essa outra preocupação de retomada das atividades econômicas. Está começando o verão, é o momento da gente aproveitar para tocar as nossas obras e também recuperar a economia”, acrescentou o gestor.

Coordenado pela Sepror (Secretaria de Estado da Produção Rural), o Plano Verão inclui programas de fomento e assistência técnica, com apoio dos escritórios locais do Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas), além de investimentos em infraestrutura, segundo o governador.

O secretário de Estado de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, disse que vão ser intensificadas ações para que os agricultores tenham acesso a programas como o Procalcário e o Promecanização neste verão. Ele explicou que essas medidas ajudam os produtores no trabalho de correção e preparação do solo para o plantio, disponibilizando também tecnologias que facilitam a produtividade por meio da Ater (Assistência Técnica Rural)  do Idam.

E devem avançar ainda os projetos de intervenção em áreas intrafegáveis com abrangência do SOS Vicinais, acrescentou Petrucio. “O pacote é importantíssimo nesse momento em que começa o calendário agrícola. O verão permite mecanização, facilita que nossos tratores e máquinas possam ir a campo”, afirmou.

O secretário disse ainda que essa é a principal demanda dos agricultores de Manaus e das cidades ribeirinhas do interior. “Além das ações do Estado, nós temos feito também convênios, parcerias com vários municípios, repassando recursos para fazermos juntos as ações de melhorias dos ramais”, disse ele.

Programas

Com investimento estimado no valor de R$ 8,83 milhões, o Promecanização é uma linha de crédito subvencionada pelo governo do Estado em que o produtor rural ou o agricultor familiar interessado em participar do programa paga apenas 15% do valor que financiou, uma forma de fomentar a produtividade.

O Procalcário tem uma subvenção com financiamentos estimados de R$ 5,18 milhões, permitindo ao produtor rural adquirir, no máximo, até 100 toneladas de calcário, de acordo com atestado de necessidade verificada por técnicos do Idam, pagando 50% do valor do produto utilizado.

Por meio do Programa SOS Vicinais, o governo do Amazonas realiza serviços de manutenção e recuperação de trechos críticos de vicinais no perímetro rural de Manaus, e que será expandido para outras áreas rurais do estado. A iniciativa tem uma verba estimada de R$ 20 milhões para realizar serviços de terraplanagem, limpeza nas laterais, remoção de material imprestável, escavação e carga de material, compactação de aterro, regularização do subleito, sub-base e base, salientou o governador Wilson Lima.

O presidente da comunidade Novo Paraíso, José Lindomar, diz que a recuperação de vicinais será fundamental para o escoamento da produção.

“O asfalto que vai entrar na nossa comunidade é tudo que a gente esperava. Podemos fazer a despesca e disponibilizar ainda o peixe vivinho ao mercado consumidor”, disse.

Em dezembro de 2020, o governo estadual lançou o programa Agro Amazonas, que reúne projetos e ações voltadas ao desenvolvimento do setor primário, uma prioridade da nova gestão, garante Wilson Lima. “Além da assistência técnica e fomento à produção e infraestrutura, as ações contemplam o crédito rural e o apoio ao escoamento e à comercialização da produção”, disse.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email