Governo do Amazonas com perdas R$ 1,5 bilhão ao fim do ano

O governo do Amazonas projeta fechar o ano com perdas de cerca de R$ 1,5 bilhão. O anúncio foi feito ontem, 1º/06 pelo governador Wilson Lima durante reunião com os titulares das secretarias estratégicas, para alinhar o planejamento do Estado para o segundo semestre. Na ocasião, ele destacou os avanços no combate ao novo coronavírus, bem como os impactos da pandemia na economia e na arrecadação estadual. Domingo, 31/05, o Amazonas registrou 818 novos casos, totalizando 41,3 mil casos de infectados pelo novo coronavírus. 18,2 mil em Manaus (44,21%) e 23 mil no interior do estado (55,79%). 

“Os dados indicam que passamos pelo pior momento da pandemia, agora precisamos manter esses números com as medidas naturais de orientação e restrição. Mas vamos ter um outro problema, que é o econômico, e desse daí não podemos fugir. Vamos ter que fazer a virada, agora é o ponto de fazermos os ajustes, mudar a nossa estratégia. Ela tem que ser mudada porque a situação não é a mesma de quando começamos o ano”, disse o governador.

Diante disso, ele determinou que técnicos do governo do Estado elaborem, nos próximos 30 dias, um planejamento para a readequação de projetos e estruturas, com foco no trabalho transversal. A proposta é que, no período pós-pandemia, sejam priorizadas as áreas estruturantes, como saúde, segurança pública, social, economia e educação.

“A partir de hoje estamos fazendo uma reformulação do Estado. Vamos ter que cortar estruturas, reavaliar o planejamento de todas as secretarias, reavaliar todo o orçamento. Nesse momento é hora de pensar no coletivo. Vamos debater novas ideias, ajustar projetos em curso, identificar oportunidades, propor programas e dar novos formatos a eles. Temos que focar agora no que é vital e essencial”, acrescentou Wilson Lima.

A reunião contou, ainda, com a participação do vice-governador Carlos Almeida. “Esse é sim um momento de reconstrução, por um motivo muito simples: o coronavírus vai passar, assim como qualquer outra crise no mundo já passou. A questão é o day after (dia seguinte)”, afirmou ele.

Para Wilson Lima, o retorno gradual e responsável das atividades econômicas, que teve início nesta segunda-feira, faz parte desse processo.  O governador destacou também a retomada das obras de infraestrutura do Estado na capital e no interior como parte dos esforços para a recuperação econômica.

“Nós precisamos dizer a que viemos, precisamos mostrar isso, e só conseguimos se tivermos esse foco. Nós vencemos muitas etapas e momentos difíceis, e o que é importante na nossa equipe é a capacidade que temos de nos reinventar”, finalizou.

No Amazonas, entre os 41.378 casos confirmados de infectados pelo novo coronavírus, 2.052 foram a óbito. Sendo 1.366 em Manaus e 686 no interior do Estado.

Ao todo, 50 municípios do interior já registraram vítimas fatais pelo novo coronavírus. 

Investimentos de R$ 386,3

O governo do Amazonas, retomou, a partir desta segunda-feira, 1º/06, a execução das 53 obras na capital e no interior. Essa retomada representa a geração de mais de 10 mil empregos diretos e indiretos, e investimento na ordem de R$ 386,3 milhões.

Os recursos estão distribuídos entre obras nas áreas de saúde, segurança, infraestrutura, saneamento e educação.

Além de movimentar a economia em todo o estado, o governo do Amazonas também deve arrecadar pelo menos R$ 82,1 milhões com o início, manutenção e retomada das obras no estado. No panorama de retorno das obras da Seinfra, estão as obras que irão entrar em licitação, as que já estão em contratação, as que estão aguardando assinatura da ordem de serviço, a continuação em ritmo normal das obras que foram tocadas timidamente durante a pandemia e as obras que retornarão com mais intensidade de execução no Estado.

Fonte: Severo Neto

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email