Pesquisar
Close this search box.

Governo do Amazonas busca implementar a produção de melancia em terra firme

Cerca de 30 produtores rurais do ramal Boa Sorte, situado no quilômetro 125, da AM-010, do município de Rio Preto da Eva (a 57 km de Manaus), foram capacitados no curso profissionalizante em Boas Práticas na Produção da Cultura da Melancia em Terra Firme. A ação foi realizada nesta terça-feira (11), pelo Governo do Amazonas, por meio da Sepror (Secretaria de Estado de Produção Rural).

A iniciativa faz parte de um projeto-piloto coordenado pelo Departamento Pedagógico da Sepror, para o desenvolvimento de diversas culturas no local, entre elas: pitaya, mamão, maracujá, mastruz, banana, melancia, produção orgânica, além da avicultura e piscicultura, com o intuito de gerar renda aos produtores rurais daquela região.

De acordo com o técnico em agropecuária da Sepror Hélio Araújo, foram realizadas aulas teóricas pela parte da manhã, e aulas práticas pelo horário da tarde, buscando diversificar o viés econômico dos produtores presentes no curso.

“O curso abrangeu as temáticas desde a época da plantação da melancia, os consórcios que podemos realizar em conjunto com outras culturas, como realizar a escavação e a adaptação da produção ao sistema de verão e outras atividades. Com toda certeza, eles vão obter um retorno financeiro investindo nessa cultura”, ressalta Hélio.

A ação ocorreu em conjunto com o apoio da Prefeitura de Rio Preto da Eva, por meio da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento do município, com o apoio do Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável) local.

O projeto-piloto desenvolvido no ramal Boa Sorte visa realizar cursos profissionalizantes aos produtores rurais, e acompanhar todo o desenvolvimento da produção das culturas implantadas, desde o plantio, até a comercialização.

“As famílias aqui que moram nesse ramal estão motivadas a produzir, graças ao apoio da Sepror. Obrigado, governador, por todo esse trabalho que tem feito. Hoje nós produtores, conseguimos ter nosso dinheiro com tranquilidade”, destacou o produtor rural Daniel Moreira. 

No local, neste ano, já foram ministrados cursos voltados em: boas práticas na produção de hortaliças; caseiro rural; introdução na piscicultura; associativismo e cooperativismo; boas práticas na produção de melancia; introdução na pesca esportiva; produção de biofertilizantes; entre outros.

Redação

Jornal mais tradicional do Estado do Amazonas, em atividade desde 1904 de forma contínua.
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar