Governo anuncia segunda fase da operação Fica em Casa, em Manaus

Pela segunda semana consecutiva, servidores do sistema de Segurança Pública estadual, coordenados pelo secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, deflagraram a operação “Fica em Casa”, na manhã desta segunda-feira (13/04), em todas as zonas de Manaus. A ação se dá em decorrência do funcionamento irregular de pontos comerciais. Pelo Decreto Estadual nº 42.101, o funcionamento de estabelecimentos comerciais de alguns segmentos está suspenso, como medida do Governo do Amazonas para prevenção à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

O coronel Bonates explicou que o policiamento está sendo reforçado para que a população tenha a segurança sanitária necessária. “Estamos nas ruas, novamente, com o reforço de policiamento para verificar os estabelecimentos que não estão autorizados e que ainda permanecem abertos, para serem fechados. E aqueles que têm o direito de estarem abertos têm que cumprir as normas sanitárias. Têm que ter álcool em gel e todo o cuidado de quantitativo de pessoas no estabelecimento. É isso que estamos fazendo, uma fiscalização mais intensiva para o cumprimento dessas normas”, disse o secretário.

O comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Ayrton Norte, afirmou que a operação é mais uma forma de orientar a população para que só saia de casa se houver extrema necessidade. “A polícia tem o papel primordial de preservar vidas e aplicar leis. Nós estamos aqui preservando vidas. Mas, muitas pessoas estão indo para as ruas sem necessidade. Se você vai ao banco, procure manter a distância recomendada na fila. Ao receber seu auxílio, faça suas compras, vá a farmácia e retorne para a sua casa. Pense nos seus filhos, pense na sua família”, afirmou ele.

O comandante-geral reafirmou que esta é a segunda grande operação, mas as fiscalizações acontecem todos os dias. “Nós estamos nas ruas todos os dias com os nossos heróis da Polícia Militar, os homens e mulheres que são coadjuvantes dos heróis da saúde, todos envolvidos para mostrar à população amazonense que a consciência está em primeiro lugar”, disse.

A delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas, Emília Ferraz, voltou a afirmar que todas as delegacias estão preparadas atender às ocorrências de quem comete o crime de desobediência, descumprindo o decreto estadual.

“Lá (nas delegacias) será feito o procedimento próprio. Cada caso será avaliado da melhor forma possível. A polícia está nas ruas para conscientizar a população da gravidade que é permanecer na rua. Nós precisamos nos conscientizar de que esse inimigo invisível só será vencido se todos permanecerem em casa”, afirmou.

A delegada explicou que, além do número 190, usado para registro de denúncias, todo e qualquer Boletim de Ocorrência também está sendo feito online, por meio do site da Delegacia Interativa (www.delegaciainterativa.am.gov.br).

Reforço – Além de participar efetivamente das fiscalizações, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) também disponibilizou mais de 20 profissionais da área de saúde da instituição para atuar na linha de frente com os médicos da rede pública de saúde no combate à Covid-19.

“Nós temos em torno de 24 membros da diretoria de saúde que estão cedidos à FVS-AM (Fundação de Vigilância em Saúde) para dar vazão aos atendimentos necessários que eles estão efetuando. São médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que estão à disposição para atender a sociedade”, disse o comandante-geral do CBMAM, coronel Danízio Valente.    

Trânsito – O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) também tem reforçado as fiscalizações, principalmente nas vias que dão acesso aos municípios da Região Metropolitana de Manaus.

“O Detran Amazonas está atuando nas saídas da cidade pra fazer cumprir o decreto governamental que proíbe o transporte de passageiros, seja ele por ônibus particular, táxi, motorista de aplicativo, enfim, permitindo tão somente que a população circule e vá até a sua residência e fazer o fundamental. Nós estamos aqui com todo o nosso efetivo espraiado pela cidade, contribuindo também para esta ação integrada, para que a gente possa conscientizar as pessoas e agir com aquelas que ainda insistem em descumprir o isolamento social”, explicou o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá.

Fonte: Redação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email