Governador não descarta candidatura

O governador Omar Aziz não descarta a possibilidade de ser candidato nas eleições de 2014 e afirma que ainda vai decidir se continuará à frente do governo do Amazonas ou se renunciará para concorrer nas eleições no ano que vem, provavelmente ao Senado. “Em relação à questão política, eu não vou decidir absolutamente nada esse ano”, declarou. Segundo Omar, as conversas partidárias devem iniciar a partir da segunda quinzena de março. “É quando vamos decidir, se tudo aquilo que nós planejamos estiver em andamento na questão da minha candidatura, do contrário eu fico até o final do governo”, afirmou.
Sobre as especulações em torno da candidatura da primeira-dama Nejmi Aziz nas eleições 2014, o governador limitou-se a dizer que tudo é possível e que nada está decidido. “Tudo pode acontecer. Mas, para que a primeira-dama se candidate eu teria que entregar o governo”, lembrou.
Omar aproveitou para salientar a força e o carisma da mulher, e que ela sabe exercer seu poder. “Como diz o ditado, quem manda em casa é a mulher! E a minha, além de decidida é muito ciumenta também!” confessou.

Aprovação

Omar mantém a humildade e garante que não vai mudar a forma de governo por ter sido apontado na pesquisa do Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) como o governador melhor avaliado do país. “Nós sempre tivemos avaliações internas e sabíamos que existe um carinho muito grande da população pela pessoa do governador, o que me dá uma responsabilidade maior”, informou.
Ainda sobre as eleições, o governador analisou a pesquisa e cogitou outras possibilidades para as próximas eleições. “Pesquisa mede o momento, não quer dizer que daqui a dez dias eu vou estar assim e [a eleição de] 2014 está muito longe. Eu sempre digo que em dezembro de 2009 ninguém apostava dez centavos na minha candidatura e eu acabei ganhando a eleição. O Arthur, em janeiro do ano passado, ninguém apostava dez centavos na candidatura dele, e depois se elege prefeito”, recordou.
O governador afirma que não há como mensurar o pensamento da população, e que política não é estática, é dinâmica e tudo está sujeito a mudanças. “Eu ainda não decidi e eu falo sério; a decisão fica para março do ano que vem”, declarou.

Prorrogação ZFM

O governador reiterou o compromisso da presidente Dilma Rousseff em prorrogar a ZFM (Zona Franca de Manaus), uma das promessas de campanha. “O que vale para mim é o compromisso dela quando disse que não queria ser desmoralizada. Portanto iria prorrogar a Zona Franca de Manaus, que é um compromisso que ela tinha com a Amazônia, e que está valendo. A própria Dilma pediu para eu dizer isso”, enfatizou.
Porém, Omar não acredita na votação da PEC da prorrogação da ZFM ainda neste ano. A demora na prorrogação causa preocupação diante da queda de novos investimentos. “Tem que ser votado rapidamente logo no início do ano porque isso cria uma insegurança em torno de investimentos novos para a Zona Franca de Manaus, isso é preocupante ”, disse.

Orçamento

Na última semana legislativa de votação do orçamento do Estado na Aleam (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas), com possíveis emendas, o governador vê de forma normal e disse fazer parte do processo democrático a discussão. “Todo ano é a mesma coisa, não tem muita novidade, mas a maturidade dos deputados é muito grande, sabe que o orçamento tem previsões e que o executivo não faz orçamento pensando na pessoa do governador”, afirmou.

Segurança

O programa Ronda no Bairro será lançado em Itacoatiara no próximo sábado (21) e na segunda-feira (23) no município de Parintins, data prorrogada devido a posse da corte do TCE-AM, que aconteceu ontem (18). “Na sexta-feira vamos inaugurar uma estrada no Careiro Castanho, no sábado estaremos em Itacoatiara e em São Sebastião do Uatumã onde há obras para serem lançadas e inauguradas e na segunda-feira eu vou estar em Parintins para lançar o Programa Ronda no Bairro”, adiantou a agenda.
O governador em sua mensagem de Natal agradece e deseja um ano próspero para a família amazonense. “Primeiro agradeço muito a Deus e o carinho do povo amazonense e desejo a todas as famílias amazonenses muita paz e harmonia no Natal. Mas, o mais importante é que todos possam ter uma perspectiva boa para 2014. E eu espero que 2014 seja bem melhor que 2013”, disse Omar Aziz.

Amazonino participará ‘como cidadão’

Amazonino Armando Mendes reaparece no cenário político do Amazonas para dizer que em 2014 participará das eleições como cidadão. Agora o “Negão”, como ficou conhecido pela população, vem se dedicando à consultoria em políticas públicas, atuando como empresário e advogado, diz que não pretende disputar as eleições em 2014. Com a saúde restabelecida, Amazonino foi alvo de conversas de bastidores com a nata da política que governa o Amazonas, durante evento que reuniu diversas lideranças políticas, ontem na sede do TCE-AM. Dentre os quais confabulavam com o Negão (PDT) o governador Omar Aziz (PSD), depois foi a vez do prefeito Arthur Neto (PSDB), ladeados pelo representante da OAB-AM, Marco Aurélio de Lima Choy. “Volto forte em 2014, não como político, mas como cidadão que ama esta cidade, que ama este Estado”, declarou Amazonino Mendes”, ao Jornal do Commercio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email