Golfe ganha espaço em negócios bilionários

No período de 3 a 6 de outubro, acontece na Bahia a primeira edição do Brasil Golf Show, encontro inédito do golfe brasileiro. O evento será realizado no Marriott Costa do Sauípe e vai misturar negócios e lazer em torno da chamada “indústria do golfe”. Os organizadores estimam que participarão do evento responsáveis por mais de R$ 2 bilhões em investimentos em novos emprendimentos turísticos e imobiliários com campos de golfe no Brasil.
Estarão presentes presidentes de entidades oficiais e de clubes de golfe de todo o país, importadores e distribuidores de equipamentos e insumos, construtores de campos, empreendimentos turísticos e imobiliários, operadores hoteleiros, instituições financeiras e entidades de crédito.

Segundo estimativas das entidades de golfe brasileiras, o esporte movimenta cerca de R$ 400 milhões ao ano no país, número ainda tímido frente aos mais de US$ 24 bilhões movimentados apenas nos EUA, segundo a National Golf Foundation, e US$ 16 bilhões movimentados apenas pelo turismo de golfe no mundo.

O potencial brasileiro, entretanto, é imenso. “O nordeste brasileiro, principalmente a Bahia e o Rio Grande do Norte, mas também Pernambuco e Ceará, já começam a se destacar como destinos turísticos com grande potencial para o golfe. Prova disso é a quantidade de empreendimentos em desenvolvimento nesses Estados, a maioria de capital europeu. A proximidade com a Europa, sol o ano inteiro, a curiosidade e interesse dos estrangeiros pelo Brasil e a quantidade e beleza de nossas praias são fatores importantíssimos para o crescimento do golfe no país”, disse Fabio Mazza, sócio da GT Golfe e da Golf Travel, organizadoras do evento.

Vale lembrar que o golfista é um turista diferenciado, que gasta em média 50% a mais do que o visitante convencional e é bem mais exigente. “Além disso, dificilmente um golfista viaja para locais em que não existam campos de golfe”, disse Mazza.
Atualmente, existem no Brasil 25 mil golfistas, número em crescimento. Há dez anos, eram apenas 7.000 os praticantes do esporte no país. Em uma década, o número de campos de golfe brasileiros saltou de 46 para 107.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email