GM pede incentivo a Pernambuco

A General Motors quer incentivos fiscais para construir uma linha de montagem de veículos no complexo industrial e portuário de Suape, em Pernambuco. Diante da iminência de a reforma tributária acabar com a guerra fiscal entre os Estados, a montadora quer garantir benefícios e apressou o projeto da nova unidade.
Inicialmente, a GM propõe a construção de um centro de importação com capacidade para 25 mil veículos. Os carros chegariam principalmente dos países da região e seriam redistribuídos para vários Estados. Para o futuro, os planos incluem a construção de uma fábrica com capacidade para 250 mil a 300 mil veículos ao ano, projeto orçado em US$ 1.5 bilhão, segundo o secretário de desenvolvimento econômico, Fernando Bezerra Coelho.
As obras começariam em 2008, e a fábrica entraria em operação em 2010. A primeira parte do projeto geraria mil empregos, entre diretos e indiretos. A montadora não quiz se pronunciar.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email