Gestores e reúnem para prevenirem assaltos

As recentes notícias sobre grandes assaltos a lojas de renomados shoppings em vários Estados brasileiros, além das próprias ocorrências registradas nos últimos meses em Manaus, motivaram os gestores de segurança dos principais centros de compras da capital a se unirem para formatar estratégias que fortaleçam o setor na cidade.
Hoje, eles realizam, no Amazonas Shopping Center, o primeiro de muitos encontros que deverão ocorrer mensalmente para tratar do assunto. Participam da reunião os gestores de segurança do Millennium Shopping, Studio 5, Uai Shopping, Manaus Plaza, Manauara Shopping e do próprio Amazonas Shopping, de quem partiu a iniciativa. Também estarão presentes representantes de vários órgãos ligados à segurança da população como um todo, entre eles a Rocam, 16º Distrito da Polícia Militar e Roubos e Furtos.
“A ideia é debatermos os diversos assuntos relacionada à segurança nos shoppings e mitigar tais fatos formulando estratégias que possam garantir aos freqüentadores desses estabelecimentos ainda mais tranqüilidade”, comenta o coordenador de prevenção e perdas do Amazonas Shopping, Andreson Bastos, especialista em gestão de segurança corporativa.
Com mais de dez anos de experiência na área e MBA tanto em gestão de pessoas como empresarial, ele destaca que a proposta desses EGSS (Encontros de Gestores de Segurança de Shopping) é quebrar o paradigma da falta de relacionamento entre os empreendimentos em benefício da coletividade. “As empresas não costumam se relacionar por receio de fuga involuntária de informação, de cair em uma engenharia social, entre outros fatores, o que acaba dificultando, muitas vezes, que crimes sejam solucionados ou até mesmo impedidos antes que ocorram. Com nossos encontros, vamos repassar informações relevantes aos órgãos de segurança pública, trocar experiências, estreitar os laços e trabalhar em parceria para reduzir ainda mais os incidentes em nossos estabelecimentos”, argumenta.

Pequenos Roubos

Conforte estatísticas do setor, os pequenos furtos em lojas lideram as ocorrências nos shoppings centers do país, e em Manaus a situação não é diferente.
Contudo, avalia, o coordenador de prevenção e perdas do Amazonas Shopping, a cidade está vivendo um momento que classifica como “era control C + control V”, “ou seja, os bandidos locais estão copiando o ‘modus operandi’ das quadrilhas de outros Estados e utilizando em Manaus. Pode-se citar como exemplo os assaltos à joalheria Rolex, no Shopping Cidade Jardim, Zona Sul de São Paulo e à joalheria S. Rolim, no Shopping Ibirapuera, também Zona Sul da capital paulista, entre outros que ganham repercussão na mídia nacional”.
Casos como estes, diz Andreson Bastos, servem de alerta para os departamentos de segurança dos shoppings de Manaus, que precisam estar atentos a tudo e a qualquer momento.
Especicamente sobre o Amazonas Shopping, o coordenador destca que a administração está fazendo investimentos importantes em tecnologia, equipando o centro de compras com o que a de mais moderno e eficiente na área de segurança corporativa e patrimonial. “Além de profissionais especializados em segurança, também estamos investido muito em treinamento e capacitação de nossas equipes, inclusive a terceirizada”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email