Gás de cozinha ficará mais barato

Anunciado pela Petrobras na terça-feira, 04, o custo do gás de cozinha será reduzido em 4,5%, o reajuste entra em vigor a partir desta quarta-feira, 05. De acordo com a empresa, estima-se que se o repasse for integral, o preço do botijão de 13 quilos cairá 1,5% ou cerca e R$ 0,88 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos. No mês passado, a empresa havia aumentado o preço do produto em 6,7%.

O corte vale apenas para os botijões de 13 quilos, que é o mais consumido em residências, que passou a ser reajustado uma vez por mês, segundo a política anunciada pela companhia no início de junho. Porém, como a lei brasileira garante a liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não refletir no preço final para o consumidor.

Na segunda-feira, 3, a companhia anunciou um corte de 5% no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) vendido em vasilhames maiores, mais usados por consumidores industriais e comerciais.

Os dois produtos têm preços diferentes desde 2003, quando o CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) definiu que o gás vendido a residências deveria ser mais barato do que o combustível vendido a indústria e comércio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email