10 de abril de 2021

Gabinete grego aprova reforma de pensão

O Gabinete da Grécia aprovou uma abrangente reforma do deficitário sistema de pensão do país, que faz parte do programa de austeridade de três anos do governo e das medidas exigidas pela União Europeia e o FMI

O Gabinete da Grécia aprovou uma abrangente reforma do deficitário sistema de pensão do país, que faz parte do programa de austeridade de três anos do governo e das medidas exigidas pela União Europeia e o FMI (Fundo Monetário Internacional. Os principais sindicatos do país consideram realizar novas greves contra os planos do governo.
A reforma inclui aumentar gradualmente a idade mínima para aposentadoria antecipada a 60 anos e a idade geral para aposentadoria a 65 anos em um período de transição de dez anos. Outras medidas incluem a redução dos benefícios para os pensionistas, particularmente para aposentados abastados, e a fusão de 13 fundos de pensão gregos em três fundos unificados para trabalhadores assalariados, empregados autônomos e produtores agrícolas. O governo deverá apresentar a legislação ao parlamento nesta semana e uma votação é esperada para o fim do mês. As reformas fazem parte de um acordo que o governo grego fechou com a União Europeia e o FMI em troca de 110 bilhões de euros em empréstimos
Desafiado por uma população que envelhece rapidamente e um número desproporcional de aposentadorias antecipadas, especialistas alertam que o sistema de pensão grego corre o risco de entrar em bancarrota.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email