Fundos regionais abrem linhas de crédito emergencial com juros a 2,5% ao ano

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou nesta segunda-feira (6) a abertura de linhas de crédito com recursos dos fundos constitucionais do Nordeste, Norte e Centro-Oeste por conta da emergência do novo coronavírus.

Para as operações, serão cobrados juros de 2,5% ao ano, patamar mais baixo do que a taxa básica de juros da economia (Selic), hoje em 3,75% ao ano.

As linhas especiais para empresas e pessoas físicas serão destinadas aos setores produtivo, industrial, comercial e de serviços em municípios que estiverem em estado de calamidade pública em decorrência da pandemia.

Os empréstimos serão usados para financiamento de capital de giro, com limite de R$ 100 mil por beneficiário, e investimentos, limitado a R$ 200 mil.

As operações poderão ser contratadas até dezembro deste ano. Os pagamentos deverão ser feitos em dois anos, no caso do capital de giro. Os recursos para investimentos obedecerão prazos estabelecidos pelos fundos constitucionais.

A resolução do Conselho também suspende por até 12 meses as parcelas de financiamento vencidas ou que vencerão até dezembro deste ano.

A decisão foi tomada em reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional, que é formado pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

Fonte: Folhapress

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email