Fundação de Amparo à Pesquisa do AM investe mais de R$ 40 mi em C&T e Inovação

A Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas) chega ao fim de mais um ano com saldo positivo no cenário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas, com investimentos da ordem de R$ 40 milhões, no acumulado de janeiro a novembro, voltados para o fomento à pesquisa científica e tecnológica regional, superando os recursos destinados no ano passado, que foram de R$ 38 milhões.
No período de junho de 2003 a novembro de 2010, o governo do Estado, por meio da Fapeam, investiu mais de R$ 238 milhões em desenvolvimento de pesquisas e formação de capital humano, beneficiando mais de 100 instituições públicas e privadas do Amazonas.
Segundo o diretor-presidente da Fundação e titular da Sect (Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia), Odenildo Sena, isso possibilitou um incremento exponencial das ações de C,T&I no Estado, correspondendo à oferta de mais de 50 programas de fomento, alguns dos quais com mais de uma edição lançada. Em 2010, por exemplo, a Fundação lançou, entre ações inéditas e reedições, nove programas de fomento.
Ainda neste ano, a Fundação prosseguiu com a estratégia de trazer recursos para o Estado por meio de parcerias e o resultado disso foi a captação de mais de R$ 37 milhões, que serão executados nos próximos anos para o desenvolvimento de pesquisas voltadas aos interesses do Estado. Entre as parcerias, destacam-se as firmadas com o Ministério de Ciência e Tecnologia, por meio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).
“Dentre as parcerias com o CNPq, por exemplo, destacamos o Pronex (Programa de Apoio a Núcleos de Excelência), que apoia a execução de projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, visando a dar suporte financeiro aos trabalhos dos grupos de pesquisas com excelência reconhecida, no Amazonas”, disse Sena, afirmando que o programa prevê um investimento global de R$ 4,5 milhões para a atual edição (lançada em 2009), já tendo executado mais de R$ 1,3 milhão para apoiar projetos desenvolvidos no Estado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email