Fucapi lança edital esse ano

A ideia de promover a conscientização ambiental, a pesquisa científica e reflexões acerca da utilização dos recursos naturais bem como a sustentabilidade deram o tom da 1ª Mostra Científica da Faculdade Fucapi (Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica) realizada durante os últimos dias, no Distrito Industrial.
Na ocasião, o diretor da Faculdade, Rodrigo Silva, afirmou que o próximo passo de incentivo à pesquisa é a abertura do edital do primeiro Programa de Iniciação Científica que será lançado na primeira semana do segundo semestre. “O próximo passo é a abertura desse edital para os nossos alunos. Esses trabalhos apresentados nessa primeira Mostra são apenas resultados e frutos da coordenação de pesquisa da Faculdade, um celeiro de ideias e projetos que estão sendo concretizados”, explicou Silva. Segundo o coordenador de pesquisa da Faculdade Fucapi, e um dos coordenadores do evento, o professor doutor, Alexandre Oliveira, os projetos que serão ingressados no Programa de Iniciação Científica devem estar enquadrados na categoria da iniciação científica e desenvolvimento tecnológico. “O programa funcionará da seguinte forma; o aluno levará o projeto junto com o seu orientador, a partir disso ele se inscreverá no programa e o comitê irá avaliar a consistência teórica e viabilização financeira”, pontuou.
Oliveira explicou ainda que a Faculdade está em um processo de sistematização na área de pesquisa. “Com a criação da coordenação de pesquisa nós queremos ainda mais incentivar alunos e professores a mostrarem os trabalhos científicos que são feitos em sala de aula e que nos próximos eventos a quantidade de projetos sejam ainda maior”, afirmou.

Mostra Científica
O primeiro dia da Mostra contou com a participação da palestrante, pesquisadora doutora do Inpa/MCTI (Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia), Genoveva Azevedo, que abordou a temática ‘Educação Ambiental na formação de pessoas’ além de socializar algumas experiências vivenciadas no Laboratório de Psicologia e Educação Ambiental Lapsea/Inpa.
De acordo com a pesquisadora além do evento incentivar os alunos a seguirem o caminho da pesquisa a Mostra veio também para ampliar a discussão das relações dos seres humanos com o meio ambiente.
“Devemos estimular as pessoas a reduzir a degradação ambiental e com isso buscarem mais soluções, promoverem a mudança de pensamentos, de hábitos e, sobretudo de atitudes”, frisou a pesquisadora.
Ao todo foram inscritos na Mostra um total de 15 projetos. Alguns deles foram apresentados por alunos do curso de Engenharia de Bioprocessos com os projetos ‘Contaminação das areias das praias com a biorremediação’ que explica como podemos tratar a areia para que não haja contaminação por microorganismos; e o projeto ‘Transposição do solo’, que ensina como podemos adicionar nutrientes no solo, deixando-o mais fértil para plantações.
Na última sexta-feira, amostras de projetos a palestra ‘Inovação e avanços nas pesquisas sobre malária e dengue na Amazônia’ com o palestrante, doutor e pesquisador do Inpa, Wanderli Tadei foram os destaques do evento que foi realizado na FIT (Fucapi Incubadora de Tecnologia).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email