Fórum no Rio de Janeiro debate gargalos e custos do setor logístico

A recente expansão da economia brasileira começa a se refletir no transporte rodoviário de cargas, que já enfrenta gargalos e, consequentemente, aumento de custos para o escoamento de produtos. A conclusão é da pesquisa “Transporte Rodoviário de Cargas: Estudo de Oferta e Demanda”, que será apresentada nesta segunda-feira, às 11h (hora local), durante entrevista coletiva do professor Paulo Fleury, do Coppead/UFRJ, na abertura do 14º Fórum Internacional de Logística, que se estenderá até o dia 13, no hotel InterContinental, no Rio de Janeiro.
No primeiro dia do evento, às 15h35m, o painel “Transporte Rodoviário de Cargas no Brasil”, terá a participação do diretor geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Bernardo Figueiredo; do diretor da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Geraldo Vianna; do vice-presidente do Grupo Luft Logistics, Luciano Luft; do especialista em logística do Coppead/UFRJ, Arthur Hill; do diretor de Gerenciamento de Riscos da Pamcary, Dárcio Centoducato; e Gerente Nacional de Transportes da Unilever, Leonardo Rubinato.
Durante o painel serão apresentadas as principais conclusões da pesquisa do Coppead/UFRJ, que consultou 65 das maiores empresas do setor de transporte rodoviário de cargas. O trabalho revela que, diante da forte demanda, 82% dos entrevistados já deixam de atender novos pedidos – na maioria dos casos porque preferem clientes mais lucrativos.
Outros 57% afirmam que há o risco de um apagão logístico no Brasil.
“A partir do momento em que crescem no país as dificuldades até para o transporte rodoviário de mercadorias, aumentam as chances de haver um colapso em todo o sistema”, explicou Paulo Fleury, do Coppead/UFRJ.
A programação do 14º Fórum Internacional de Logística inclui nove sessões gerais; apresentadas por renomados especialistas brasileiros e estrangeiros; 27 tutoriais, que têm o objetivo de esclarecer conceitos e abordagens modernas dos assuntos logísticos; e 33 cases, que apresentam soluções logísticas implementadas por grandes empresas.
Também será realizada simultaneamente ao evento, a feira Expo-Logística, 9º Feira de Produtos, Serviços e Soluções.
Mais informações sobre a programação podem ser obtidas no site www.forumlogistica.net.

Datasul expõe alternativas para agilizar armazenagem

A Datasul, multinacional brasileira de softwares de gestão empresarial integrada, vai participar mais uma vez do 14º Fórum Internacional de Logística & Expo-Logística.
O evento tem como objetivo promover debates sobre as melhores práticas e inovações tecnológicas para as áreas de logística e supply chain.
Este ano, a Datasul apresenta palestra sobre como a tecnologia da informação pode agilizar as operações de armazenagem.

Estoques baixos

“As empresas estão trabalhando cada vez mais com níveis de estoques mais baixos e uma grande diversidade de itens, por isso os clientes demandam menor tempo de resposta de seus fornecedores”, disse o diretor-executivo de logística e CRM (gerenciamento do relacionamento com cliente) da Datasul, Moacir Cardoso.
Vinicio Alexandre Silveira, consultor de negócios da Datasul, conduzirá a apresentação “WMS: É possível elevar o nível de serviço de operações de armazenagem?” para os participantes do evento. “Mostraremos como as ferramentas podem auxiliar as empresas a melhorar seus resultados, assegurando a qualidade de seus serviços”, completou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email