Foco na formação de pessoas

Fundado em março de 1991, o Centro de Assistência ao Desenvolvimento de Formação Profissional, é uma idealização das educadoras Eliana Cássia de Souza Pinheiro e Elaine de Souza Saldanha, que viam na capital amazonenses a carência de um serviço de qualidade no segmento de creches e passaram a se dedicar à área de Educação e Saúde no Estado do Amazonas. Do início, ainda com a Creche e Maternal Bebê e Companhia, até o ano de 1999 quando passou atuar na educação profissional, aos cursos de Pós-Graduação em 2003 e a criação da Faculdade Literatus em 2007, o grupo sempre teve em sua meta, a formação de pessoas, o que fica evidenciado pela parceria firmada em 2014 com a HSM (organização referência em conhecimento sobre gestão).

O início
Em 1991 o serviço de creches ainda estava subordinado ao Ministério da Saúde e quando este passou ao MEC (Ministério de Educação e Cultura) em 1996, o grupo atendendo a demandas e nova LDB, apostou na formação adequada dos profissionais da educação básica. “Impulsionado pela demanda de famílias que vinham trabalhar em Manaus e sofriam com a falta de opção na cidade, a creche, de início, parecia suprir o papel que um dia foi das avós. No início tínhamos apenas três alunos e fazíamos serviços de recepcionistas, cozinheiras, fizemos toda a decoração,” conta Eliana Pinheiro que continua, “Em 1996 adotamos o nome de CEL (Centro de Ensino Literatus) e já contávamos com profissionais formados para as funções exigidas pelo MEC. Assim, ampliamos o atendimento para o ensino fundamental e médio, que viria a ser implantado em 2006.”
No ano de 1999, a Instituição passou a atuar em uma nova modalidade de ensino, a Educação Profissional, implantando o Curso Técnico em Enfermagem. Explica a professora Elaine Saldanha. “Mais uma vez o CEL inovou. Ao enxergar deficiências nos cursos de enfermagem que existiam na cidade, passamos a oferecer o curso com toda a excelência para uma turma de 40 alunos.” Em 2000 houve novas ofertas de cursos na área de educação profissional: Nutrição e Dietética; Radiologia; Análises Clínicas; Enfermagem do Trabalho; Segurança do Trabalho; Administração Hospitalar e Auxiliar de Saúde Bucal, Estética, ampliando para área de Gestão: Qualidade, Contabilidade, Edificações, Logística e Recursos Humanos.

Ensino superior
Em 2003, mais uma vez observando as demandas de mercado e falta de professores qualificados na área de saúde, o CEL passou a oferecer cinco cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e em 21 de maio de 2007, a portaria n° 484 credenciou a Faculdade Literatus, o início de um projeto de educação superior de qualidade. Em 2012 e 2013 a Unicel – Faculdade recebeu do MEC a autorização para os cursos de Contabilidade, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia da Produção, Marketing, Gestão Financeira, Gestão de Qualidade, Logística, Recursos Humanos e Serviço Social, totalizando a oferta de 18 cursos.
Responsabilidade
O investimento em todas as áreas da educação são decorrentes de demandas, segundo Eliana Pinheiro, não só para os negócios, mas sempre visando a formação de pessoas. “Temos como missão continuar crescendo, com nossos valores iniciais, para tornar a instituição perene. Apostamos no desenvolvimento da pessoa, desde os nossos três primeiros alunos até os atuais 10 mil,” disse a mantenedora.
A professora Elaine Saldanha continua: “Em todos os setores, nossos colaboradores são identificados como educadores, isso é assim desde o porteiro aos gestores, dando importância a todos. Pessoas são sempre o foco de tudo que fazemos.” A responsabilidade para com os colaboradores e familiares pode ser vista no programa Qualidade de Vida com a criação do Grupo de Corrida AceleraCEL que semanalmente realiza atividades físicas com orientação e acompanhamento técnico durante os treinos, que também são abertos ao público.

Financiamentos
Para o público que deseja fazer parte do corpo de estudantes da instituição, o CEL oferece e participa de planos de financiamento para o nível superior. “Além dos programas governamentais como o Prouni, Fies e Bolsa Universidade, temos financiamento próprio e este ano, faremos parte do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), oferecendo 1.920 vagas,” conta Eliana Pinheiro.

Visando o futuro
Focando na gestão de pessoas e na formação de lideranças, em fevereiro de 2014, o Grupo Literatus Educacional firmou uma importante parceria com a HSM, oferecendo cursos de MBA em Gestão Empresarial e Finanças e Controladoria. Para o EDP (Programa de Desenvolvimento Executivo, traduzido do inglês) a parceria oferece qualificação em Negociação, Inovação Estratégica e Marketing. “Entendemos que esses são os caminhos para o futuro e para o desenvolvimento do Amazonas. Assim como nossos cursos técnicos nas áreas de Automação, Eletrotécnica e Mecânica podem suprir as necessidades do PIM, também é necessário descobrir novas lideranças para o polo industrial,” resume Eliana Pinheiro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email