Fluxo de dólares volta a ficar positivo no Brasil

Depois de um início de ano negativo, o fluxo de dólares para o Brasil se recuperou e ficou positivo em US$ 3.246 bilhões no mês passado, segundo o Banco Central. Isso significa que o capital externo que entrou no país -via exportações, empréstimos e investimentos estrangeiros- superou as remessas feitas em fevereiro.
Os números mostram que a situação do mercado hoje é bem menos favorável do que era no começo de 2007.
Entre janeiro e fevereiro, o ingresso líquido de divisas no país ficou em US$ 889 milhões, ante US$ 10.747 bilhões no primeiro bimestre do ano passado.
Por outro lado, o resultado das últimas semanas tem sido mais positivo.
Em janeiro, o fluxo havia ficado negativo em US$ 2.357 bilhões, sendo que o déficit teria sido de US$ 6.530 bilhões se fossem consideradas só as chamadas operações financeiras -que incluem investimentos em Bolsa e empréstimos concedidos por bancos estrangeiros, entre outros itens.
No mês passado, a situação foi um pouco diferente, pois mesmo nas operações financeiras o saldo foi positivo, apesar de pequeno. Nesse segmento, foi registrada uma entrada líquida de US$ 581 milhões. Outros US$ 2.665 bilhões vieram do comércio exterior.
Para Agostini, economista-chefe da Austin Ratings, o ingresso de capital externo explica a recente queda do dólar, hoje negociado a menos de R$ 1,70.
“Com o cenário de queda dos juros nos Estados Unidos, o capital migra para outros mercados, tanto pelas taxas (de juros) elevadas como pelas oportunidades que o mercado acionário brasileiro oferece”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email