Flutuantes ganham cada vez mais espaço

Umas das principais atrações que geram bastante interesse na região amazônica são as atividades aquáticas oferecidas em flutuantes nas orlas das praias manauaras. Os belos e lindos “Flutu”, como são conhecidos na gíria da cidade, são preferências também durante os finais de semana. Muitos amazonenses preferem ir a esses locais por conta da oportunidade que eles têm a oferecer.

Ver o pôr do sol e até mesmo uma lua cheia são algumas das oportunidades que os flutuantes oferecem. Os locais costumam oferecer restaurantes com gastronomia regional, bares com bebidas destiladas, mas a maioria dos manauaras e turistas preferem ir por conta proximidade e contato direto com a natureza. Normalmente as águas pretas são geladas e agradam quem procura por se refrescar.

Ao menos 15 flutuantes estão catalogados e em funcionamento na orla da cidade. Na maioria deles, a pessoa deve solicitar o serviço de um “transfer”, que é o responsável por levar de barco os convidados até o flutuante, que fica no meio do rio Negro. Vários deles estão posicionados em lugares estratégicos. O “transfer” costuma cobrar entre R$ 3 e R$ 5 para a realizar a travessia.

Há 10 anos, existiam apenas os flutuantes tradicionais – casas de madeira sobre as águas, mas atualmente os modelos se modernizaram para atrair mais visitantes. As “casas barco” são uma espécie de arquitetura inteligente, que inclusive oferece menos riscos de degradação ambiental.

 Os “Flutu” funcionam como refúgio para os visitantes, porque têm aspectos requintados, detalhes rústicos e oferecem a convivência simbiótica com a natureza. Uns adaptaram até brinquedotecas, piscinas naturais dentro do espaço do flutuante e balanços como opção para fazer fotos produzidas. Os locais são verdadeiros “xodós” dos manauaras.

Muito mais que mergulhar nas águas negras do rio Negro é eternizar o momento. Os visitantes procuram esses locais para registrar, também, a qualidade de vida. O empresário Juliano Rodrigues, sócio do AmazonSup, um flutuante próximo a Praia Dourada, no Tarumã, afirma que o público manauara é fã dos flutuantes e costuma ir com frequência por conta do cenário que eles proporcionam durante a visita.

“O AmazonSup começou como uma forma de lazer mesmo, lazer próprio entre amigos, mas com o passar do tempo fomos percebendo que houve um certa curiosidade em relação à atividade que fazíamos então começamos a comprar pranchas e assim o negócio iniciou”, explica Rodrigues, ressaltando que seu sócio Jurandir Toledo foi o idealizador do projeto.

Esportes como o SUP ajudam a misturar a atividade física com  contemplação da natureza

Praias

 A praia da Ponta Negra ainda é considerada a mais conhecida da região Metropolitana de Manaus. Por ser um dos populosos cartões postais da cidade, a orla costuma ser um dos points mais queridos do povo manauara durante os sábados e domingos.

Outras praias também se destacam por sua beleza como a praia Dourada, praia da Lua, Ponta das Lajes, Prainha, a belíssima praia do Japonês, conhecida por sua linda extensão de areia branca, Açutuba, Tupé, entre outras diversas que completam a RMM.

Além da composição de areia branca, as praias possuem uma expansão imensa de rio, com espaço de sobra para famílias aproveitarem. Normalmente de março até final de setembro, durante o verão amazônico, as praias costumam ficar cheias.

As praias são excelente opções para os manauaras e são as favoritas pelos turistas. Muitos que chegam a capital não sabem da existência de tantas praias e por isso se surpreendem com os belíssimos cenários como por exemplo a Vila de Paricatuba, que é composta por três belas praias, inclusive em uma delas é possível ter acesso às ruínas de Paricatuba, um dos pontos turísticos mais visitados em Iranduba, município vizinho a Manaus.

Guia de praias e flutuantes 

  AmazonSup

Localizado no Club do Jet, no Tarumã, o local é muito visitado por manauaras e por alguns turistas. No AmazonSup o valor para ter acesso a uma prancha de Sup é de R$ 70 com direito a instruções e duas horas de passeio, além de fotos produzidas por fotógrafo profissional. O local oferece estacionamento gratuito e não paga “transfer” e funciona por meio de agendamento por meio do número 092 98277-0140.

 Praia do Japonês

A linda praia costuma surgir entre os meses de agosto e outubro, fica dentro de um balneário particular conhecido em Iranduba como Amazon Forever. Para chegar ao local basta se dirigir ao município de Iranduba e pegar um “transfer”, o local fica a 1 hora do município de Manaus e o acesso é possível por meio de carro, a estrada é ótima e o ramal que dá acesso é asfaltado, dando ainda mais segurança. A praia oferece passeios de caiaque, Sup e até bananas boat.

 Açutuba

É uma das mais belas da região, está localizada há apenas 1 hora de Manaus, fica também na região de Iranduba e no local é oferecido gastronomia regional, bar à disposição e passeios de banana boat.

 Flutuante Abaré Sup

Um dos flutuantes que também representa bem a bela Manaus e sua região amazônica é o Abaré Sup. Para quem gosta de muita música, cerveja gelada e gente bonita, o local é ideal. O acesso se dá por meio da Praia Dourada e é necessária a travessia com “transfer” que costuma ser de R$ 5 por pessoa, com tempo estimado pra chegada em 15 a  20 minutos.

Praia do Tupé

A praia do Tupé é uma das mais lindas da região, possui belas florestas e está localizada ao lado de uma aldeia indígena chamada Dessana, que inclusive está aberta para receber visitantes. Nela pode-se ter participação nos rituais, pinturas no rosto e ficar por dentro das histórias da tribo. O local fica a 30 km de Manaus e para chegar à praia é necessário pegar um barco na Marina do Davi, na Ponta Negra. A travessia costuma levar em média 30 minutos.

 Praia Dourada

A praia Dourada é a “central dos flutuantes”, porque por meio dela se chega à vários nas proximidades. Entretanto o próprio local é um dos pontos turísticos da cidade, conseguindo atrair diversos visitantes regionais e até estrangeiros. Por meio dela, que abre aos finais de semana e feriados, é possível nadar nas águas escuras e geladas do rio Negro e ter acesso aos demais flutuantes nas redondezas.

 Flutuante Sun Paradise

Localizado na Praia Dourada, no lago Tarumã, zona Oeste, o Flutuante é um dos points da molecada mais jovem por conta das festas com forró e sertanejo, além de muita música eletrônica que são oferecidas no local. O “Flutu” tem um grande diferencial porque possui cerca de três ambientes com muita música e cerveja gelada. O local abre todos os dias, a partir das 9h, e o acesso é por meio da praia Dourada.

Sedutor

Com as mesmas características do Sun Paradise, o Flutuante Sedutor também tem seu toque espetacular, o local costuma receber muitos visitantes, principalmente da região. Ele é uma das mais de 20 opções existentes no rio Negro e Tarumã. O acesso também se dá por meio de um “transfer” que sai da Praia Dourada.

Flutuante da Tia

 É um dos mais antigos de Manaus e também por sua singularidade e simplicidade é um dos mais queridos da região. Dona Tia, a proprietária, é uma mulher querida e conhecida por sua receptividade. O local é bom para quem quer relaxar, a calmaria do local transparece para os visitantes.

Por dentro:

 O acesso para a maioria dos flutuantes é por meio da Praia Dourada ou Prainha, no bairro Tarumã. O visitante deve pegar a avenida do Turismo e seguir as placas de sinalização na via. Normalmente o “transfer” cobra em média de R$ 3 ou R$ 5 por pessoa. Os estacionamentos em alguns são gratuitos e outros existem os reparadores que cobram em torno de R$ 5 por carro. Nos flutuantes a média de gasto com almoço é entre R$ 40 a R$ 65, com petiscos nos valores R$ 15 a R$ 25.

Reportagem de Fábio Oliveira

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email