Financiamentos têm saldo de R$ 71 bilhões

O recorde de produção e vendas de veículos e o crescimento do crédito bancário brasileiro impulsionaram o crescimento da carteira de financiamento de veículos, que atingiu o recorde de R$ 71 bilhões no primeiro semestre de 2007, segundo levantamento da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras). Este valor é 24,3% superior ao mesmo período do ano passado e 11,9% a mais do que o registrado em dezembro de 2006.
Já os recursos liberados pelo Sistema Financeiro Nacional para o financiamento de automóveis nos seis primeiros meses de 2007 chegaram à marca de R$ 30,7 bilhões. O montante registrado neste ano é 28% superior ao mesmo período de 2006, quando chegou a R$ 24 bilhões.
“As vendas a prazo já atingiram 71% do total de veículos comercializados no período. Cada vez mais o consumidor tende a buscar planos de financiamentos longos, em média de 41 meses, com parcelas adequadas à sua condição financeira. Este cenário é impulsionado pela relativa estabilidade na economia e a crescente queda das taxas de juros”, afirmou Luiz Montenegro, presidente da Anef.
Do total de veículos comercializados, 29% foram pagos à vista, 24% por meio de leasing, 43% financiados por CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e 4% por meio de consórcio. Já as taxas de juros chegaram a 19,4% ao ano no primeiro semestre, 1,3 ponto percentual a menos do que em maio de 2007. O plano máximo de financiamento praticado no período foi de 72 meses, contra 60 meses nos seis primeiros meses de 2006.
O arrendamento mercantil vem se consolidando como uma modalidade cada vez mais utilizada na aquisição de veículos. Nos últimos 12 meses, sua carteira atingiu um saldo de R$ 43,2 bilhões, crescendo 64,3% em relação a julho de 2006, quando atingiu R$ 26,3 bilhões.
O negócios voltados a pessoas físicas representam 45% da carteira, enquanto pessoas jurídicas 55% do total.
O índice de inadimplência acima de 90 dias dos financiamentos de automóveis caiu de 3,19% da carteira no primeiro semestre de 2006, para 2,87% no mesmo período deste ano. “Nos últimos 12 meses, enquanto o saldo da carteira de financiamentos cresceu 24,3%, os atrasos acima de 90 dias cresceram 9,2%. Estes números mostram uma sensível melhora na liquidez da carteira de financiamentos de veículos das instituições financeiras”, completou Montenegro.
O financiamento de motocicletas no primeiro semestre de 2007 chegou a 55% das unidades vendidas, contra 41% em todo o ano de 2006. As vendas à vista caíram de 23% no ano passado para 15% neste ano e o consórcio de 36% em 2006, para 30% nos seis primeiros meses deste ano.
Fundada em 1993, a Anef representa suas associadas junto aos órgãos do governo, de entidades de classe e associações congêneres, divulga, esclarece e presta informações.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email