11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Fim de semana gordo ‘esquenta’ comércio carnavalesco

Como todo bom Carnaval, o que começou frio já esquentou. Somente nas duas últimas semanas que antecedem a festa, o movimento das lojas que vendem artigos para a folia já teve, em média, uma expansão de 30%

Como todo bom Carnaval, o que começou frio já esquentou. Somente nas duas últimas semanas que antecedem a festa, o movimento das lojas que vendem artigos para a folia já teve, em média, uma expansão de 30%.
Em virtude das festinhas escolares e dos bailes tradicionais, a gerente de vendas da Tropical Multiloja, Regina Tavares, afirma que o movimento deste ano foi bem melhor que o de igual período em 2010. Além disso, ela ressalta que muitas pessoas procuraram comemorar seus aniversários a caráter, o que resultou em um aumento de 10% nas vendas da loja.
As festas de Carnaval também ‘alargaram’ o sorriso de Mabelle Cordeiro. Atuante há 20 anos, a proprietária da Baballo Festas comenta que 2011 tem sido o melhor ano para a época, dando um up de 15% na demanda. “Dei bobeira este ano porque não comprei o suficiente. Do ano passado pra cá já havia sentido que a procura tinha crescido”, frisou.
A loja havia sido decorada logo após o início das aulas, contudo, somente nesta última semana os amazonenses resolveram sair para as compras, o que fez com que quase toda a mercadoria fosse vendida. Antes da terça, Mabelle ainda espera um aumento de 50% na clientela. “Porque o brasileiro deixa tudo pra última hora”, declarou.
Com a mesma opinião, o empresário Djalma de Souza Júnior, dono da empresa Brilho e Bijouterias, assegura que o carnaval se resume a uma semana, mesmo que os preparativos para as vendas tenham iniciado em novembro, devido a logística da capital amazonense.
Souza trabalha com dois tipos de públicos: os brincantes de rua e as escolas de samba. Ele explica que houve uma queda de 50% na demanda das escolas, em decorrência da demora na liberação do dinheiro e das cartas de crédito, que facilitam a compra fora de Manaus. Porém, ele declara que “não há carnaval bom e carnaval ruim”, ainda mais com um público que faz festa a todo tempo, o que já elevou em 10% as vendas.
Quem também não desanima é a empresária Fátima Brito, dona do Armarinho Manoela. Ela esclarece que houve uma queda de 5% na demanda da última semana, mas somente as vendas de sábado a segunda já são suficientes para a empresa. “A loja já é conhecida, são clientes fiéis”, enfatizou.
O que sustenta a hipótese de Fátima é a venda dos produtos de marca, que vão até R$ 300,00. Segundo ela, por serem divulgados na internet, estão saindo rapidamente.
Os produtos de maior valor aquisitivo da Sonho e Magia Festas, como lustres de R$ 250,00, também foram todos vendidos, segundo a auxiliar administrativo, Miris Policárpio.
“De um ano pra cá as pessoas deixaram de se preocupar com o preço. Elas querem o que é mais bonito”, garantiu. Miris conta que houve um incremento de 90% no movimento.
Na Importadora Jéssica, a circulação cresceu na faixa de 20%, principalmente nas duas últimas semanas. Até segunda-feira, a proprietária Glória Costa espera vender todos os artigos da loja.
Por conta da alta procura, a loja Planeta das Fantasias precisou mudar de endereço para aumentar seu espaço. Somente neste período, a demanda foi cerca de 40% superior a do ano anterior, de acordo com a gerente da empresa, Cida Félix. “O movimento não para. Vamos trabalhar na segunda até às 21 horas ou enquanto houver cliente”, salientou.
Apesar de ser uma loja de nível alto, com fantasias que chegam a R$ 600,00, as prateleiras dos itens mais caros já ficaram vazias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email