FIEAM destaca atuação da bancada amazonense na votação da PL 863/15

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Antonio Silva, destacou a efetiva atuação dos oito deputados integrantes da bancada federal do Amazonas na Câmara dos Deputados, para a aprovação do Destaque para a Votação em Separado (DVS), proposto pela deputada Conceição Sampaio (PP) ao Projeto de Lei (PL) 863/15, que preservou os incentivos do Polo de Concentrados da Zona Franca de Manaus.
Compõem a bancada federal pelo Amazonas, os deputados Alfredo Nascimento, Artur Bisneto, Átila Lins, Conceição Sampaio, Hissa Abrahão, Marcos Rotta, Pauderney Avelino e Silas Câmara.
Graças à articulação, por 212 votos a 169, foi aprovada, na madrugada de quinta-feira, 25, a retirada do artigo 4º do projeto substitutivo do relator, deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ).
“É uma vitória para a sustentabilidade das atividades industriais de bebidas no Amazonas e que preservará a geração de empregos e renda em nosso Estado”, disse Antonio Silva. O presidente ainda destacou a atuação do governador José Melo, do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, prefeito de Manaus, Arthur Neto, e os senadores pelo Amazonas, na bem sucedida articulação. “É com essa união política que podemos seguir em frente e continuar na constante luta pelo fortalecimento da indústria e do aumento de emprego e renda em nosso Estado”, afirmou Silva.
Na avaliação do presidente da FIEAM, o Modelo Zona Franca de Manaus entra em constante embate de discussão e cabe aos representantes políticos se articularem para apresentar o motivo pelo qual o Amazonas necessita dos incentivos para manter uma economia forte, com indústrias competitivas.
“O PIM concentra grandes multinacionais que estão no Amazonas pelas vantagens de produção em escala. Se esses incentivos caem, não há motivos para estarem aqui, pois estamos localizados longe dos grandes centros consumidores, sem estrada para nos interligar com os demais estados do país e com uma logística cara e demorada”, destacou Silva.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email