Fertilização em `In Vitro´ mostra avanço na bubalinocultura da Amazônia Ocidental

“Este é um marco para a bubalinocultura da região da Amazônia Ocidental”, por meio dessas palavras, o professor da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), no Pará, e coordenador de estudos sobre búfalos, Sebastião Tavares Rolim, classifica o registro do nascimento de búfalo, ocorrido por meio da fertilização `In Vitro´. Entretanto, os estudos para o desenvolvimento dessa técnica inovadora começaram há muito tempo, por volta de 1975, quando – em parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA), ocorreram os primeiros testes para congelamento de sêmen de búfalos, já as primeiras inseminações em búfalas aconteceram em 1981, na Ilha do Marajó.

De acordo com o professor Sebastião, a construção de um centro de pesquisas de produção `In Vitro´ na fazenda São Paulo – há três anos – impulsionou os resultados recentes obtidos com o nascimento do búfalo de proveta. Conduzido integralmente em laboratório, a técnica de fertilização abrange a fecundação, maturação dos óvulos e produção do embrião, feito fora do útero da mãe, como explica o professor.

“Depois que esse embrião é produzido, ele é transferido para uma barriga de aluguel, para um ventre que não necessariamente é a mãe genética desse animal”.

Através da técnica de fertilização `In Vitro´, é possível reduzir o intervalo de gestações, acelerando o melhoramento genético da propriedade. Segundo projeções do pesquisador, a ampliação da técnica de fertilização `In Vitro´ permitirá o melhoramento genético dos animais. Com isso, será possível triplicar o fornecimento de carne e leite dos búfalos, ampliando a sua qualidade e, por consequência, gerando  aumento de renda dos pequenos produtores.

Para Sebastião, em comparativo com a técnica de inseminação artificial, a produção `In Vitro´ já é viável comercialmente. Além do melhoramento genético, é possível reduzir de forma considerável o tempo de maturação do rebanho.

“Com dez vacas, você faz um rebanho de 240 animais praticamente em uma geração. Comparando as técnicas, com a inseminação artificial você demoraria cerca de 15 a 20 anos para conseguir chegar no animal ideal. Com a fertilização `In Vitro´ não, em um intervalo de uma geração, ou seja, três anos, você consegue ter os melhores animais do Brasil ou do mundo dentro da sua propriedade de forma muito rápida”.

Do ponto de vista econômico, a adoção dessa técnica permitirá que os produtores tripliquem a sua renda bruta e elevem os seus padrões de qualidade de vida e, para aliar a produtividade com a sustentabilidade ambiental, o professor propõe que as questões sejam analisadas em conjunto para que seja sustentável no tripé economia, meio ambiente e social.

De acordo com dados da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará),  o estado mantém a liderança no ranking de rebanho de búfalos, com cerca de 750 mil animais. Com a implementação da nova técnica de fertilização, essa produção deve aumentar e gerar benefícios na agropecuária amazônica.

(FOTO)

Death tech: não se vá, mas – quando for – deixe tudo organizado!

Ninguém sabe até quando vai ficar por aqui nessa dimensão. A qualquer momento, a gente parte e como fica tudo? Imóveis, contas, carros, seguros etc.? A startup brasileira `Quando eu Partir´ encontrou um meio de organizar todas as informações de interesse da pessoa em uma plataforma e facilitar a vida de quem continua por aqui. A proposta de startup é propiciar que o interessado agregue desde informações sobre patrimônio, testamentos e seguros, até questões pessoais como nomear quem vai cuidar dos animais de estimação ou mesmo quem terá acesso às redes sociais quando ele partir dessa. Essa é uma excelente estratégia para deixar as coisas organizadas e evitar que familiares, além do sofrimento com a perda, fiquem sem saber ao certo o que fazer. Há dois anos, os fundadores estão desenvolvendo a plataforma e recebendo inscrições. O lançamento da ferramenta deverá ocorrer ainda no primeiro semestre de 2023. Te desejo vida longa, mas, por vias das dúvidas, segue o link da startup (https://quandoeupartir.com/).

Massas da Spoleto serão vendidas nos supermercados

Com uma boa estratégia para aumentar as vendas, as massas da Spoleto chegarão aos mercados no segundo semestre deste ano, conforme Grupo Trigo, dono da marca. Serão comercializadas massas refrigeradas e congeladas, além dos molhos. O portfólio inclui os raviólis recheados e o gnocchi em porções de 400 gramas, que serão divididas ao meio na mesma embalagem, de modo que o consumidor escolha comer tudo de uma vez ou saborear o quitute em ocasiões diferentes. A rede de franquia é líder no segmento de culinária rápida italiana no Brasil, possuindo atualmente 311 restaurantes, sendo 283 no Brasil (257 abertas) e 28 no exterior ( 26 no México, com 21 inauguradas) e duas em operação na Espanha.

Estudo aponta que 36 milhões de brasileiros não acessaram a internet em 2022

A Pesquisa TIC Domicílios, realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, aponta que 19% da população brasileira não teve acesso à internet no ano de 2022. Essa porcentagem representa cerca de 36 milhões de pessoas. Já entre as 149 milhões que usaram a rede no ano passado, 142 milhões acessaram a internet todos os santos dias ou quase todos os dias. O estudo também mostra que uma em cada três pessoas das classes D e E não acessaram a internet. Na área urbana 18% da população não acessou a rede, porém a porcentagem aumenta na área rural, em que 28% não tiveram acesso. As regiões com maiores índices de uso da rede no Brasil são Centro-Oeste, Norte e Sudeste.

RÁPIDAS & BOAS

O Sebrae irá oferecer a 14ª edição `Semana do MEI´, entre os dias 22 e 26/5. A programação inclui palestras, cursos, oficinas e orientações em todo o brasil. Serão cinco dias de muitas atividades, networking, dicas e histórias inspiradoras, de forma presencial e online, com vários pontos e tendas de atendimento por todo o país. A programação e outras informações podem ser acessadas por meio do link (https://encr.pw/Xiquo).

***********************************************

Na quarta-feira (24/5), das 19h às 20h (Horário de Brasília), irá ocorrer o webinar gratuito `Inteligência Artificial: realidade e futuro para a inovação exponencial´, organizado pela FGV EAESP. As inscrições podem ser realizadas através do link (https://l1nq.com/LuTsB).

***********************************************

O Banco do Brasil abriu as inscrições para o financiamento de empresas pelo seu programa de corporate venture, o Startup Scouting. Os investidores têm interesse em companhias inovadoras, que já estejam em crescimento e com clientes que consumam seus produtos e serviços. O prazo para entrar no programa termina na sexta-feira (26/5). A inscrição está sendo realizada por meio do link (https://www.bb.com.br/site/startups/startup-scouting/).

***********************************************

O Grupo+Unidos, em parceria com a Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, abre as inscrições para a 3ª edição de seu programa gratuito de apoio ao empreendedorismo feminino, a Academia para Mulheres Empreendedoras – AWE  (sigla em inglês para Academy For Women Entrepreneurs). Para participar, as candidatas devem ter entre 25 e 55 anos, entre um e cinco funcionários, e possuir um negócio estabelecido por pelo menos um ano. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (26/5) pelo link (https://encr.pw/7WMN0).

Cristina Monte

Cristina Monte é articulista do caderno de economia do Jornal do Commercio. Mantém artigos sobre comportamento, tecnologia, negócios.
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário