Feirão da Casa Própria movimenta R$ 8 bi

A Caixa Econômica Federal encerrou no domingo, 13, em Belo Horizonte (MG), a sexta edi­ção do Feirão Caixa da Casa Própria. Desde a abertura, em 7 de maio, o evento passou por 13 cidades brasileiras, recebeu 576.194 visitantes e, somados os contratos já assinados no local e os encaminhados para as agências, inclusive pelos parceiros, o total chegou a 93.560 negócios, movimentando um volume de recursos de R$ 8,4 bilhões.
Os números confirmaram a expectativa do banco de superar as edições anteriores e representam um aumento de 70% em comparação ao volume movimentado nos eventos do ano passado, quando foram assinados ou encaminhados para agências aproximadamente 67.100 contratos, equivalente a R$ 5 bilhões.
Até junho (posição do dia 11), o banco bateu novo recorde em contratação ha­bitacional. Foram emprestados R$ 28,29 bilhões, com a assinatura de 472.823 financiamentos imobiliários. O montante é 113,5% maior do que o financiado no mesmo período do ano anterior (R$ 13,25 bilhões). Em quantidade, o salto é de 68,7% (acréscimo de 192.649 financiamentos).
“Estamos otimistas quanto à superação da marca de R$ 55 bilhões até o final do ano. Com os negócios do feirão, a previsão é de chegarmos a R$ 60 bi em 2010”, afirma o vice-presidente de Governo do banco, Jorge Hereda.
O programa “Minha Casa Minha Vida” ganhou destaque nesta edição. Foram ofe­recidos 200 mil imóveis para famílias com renda superior a três salários mínimos, cerca de 44,4% do total de unidades habitacionais disponíveis para o evento. Para o cumprimento da meta do programa do governo federal, o banco re­gistra até o momento 914.901 propostas de empreendimentos habitacionais, incluindo 524.512 propostas de empreendimentos destinados ao público de menor renda. Até 11 de junho, foram assinados 479.939 contratos, num montante de R$ 30,5 bilhões em investimento.
O Feirão Caixa da Casa Própria reúne num único espaço todos os agentes da cadeia da habitação como construtoras, corretores, cartórios e técnicos da instituição bancária, responsáveis por analisar e liberar os financiamentos. Nesta edição, o evento passou por treze cidades brasileiras e contou com 693 construtoras e 602 imobiliárias, além de parceiros como cartórios e prefeituras, entre outros.

Novos e usados

Nos feirões, os interessados na compra de uma moradia podem encontrar oportunidades de negócios para a aquisição de imóveis na planta, novos e usados com financiamento de até 100% do valor do imóvel. Cerca de 6.000 mil empregados do banco, especialistas em ha­bitação, estiveram prestando atendimento, a cada dia, nas agências do banco instaladas em cada feirão.
Além dos feirões, os interessados puderam obter informações em todas as agências da estatal e pela Central de Telemarketing da Caixa, telefone 0800-726-0101, no ar 24 horas. Para quem tem acesso à internet, o banco disponibilizou o sítio www.feirao.caixa.gov.br.
A sexta edição do feirão foi a primeira a contar com cobertura ao vivo pela internet. Os feirões contaram com informações transmitidas em tempo real via twitter e blog por meio de posts em textos, fotos e vídeos. No twitter, o internauta pôde obter um panorama completo do evento antes mesmo de visitá-lo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email