Feirão chega a 5 anos no AM

Feirão da Sepror beneficia mais de 540 produtores rurais do interior

O governo do Amazonas comemora nesta quinta-feira (1°), a consolidação do projeto Feirão da Sepror, coordenado pela Sepror (Secretaria de Estado de Produção Rural). A primeira unidade do modelo criado em 2009, na zona Norte da cidade, completa cinco anos e beneficia 342 produtores. Para festejar os cinco anos do Feirão e a consolidação do projeto, uma série de atividades será realizada, das 6h às 21h, no Parque de Exposições Eurípedes Lins, que abriga a primeira unidade do Feirão. O parque está localizado na avenida Torquato Tapajós, bairro Tarumã.
Segundo a secretária executiva da pasta, Sônia Alfaia, os produtores do Feirão vão participar de uma extensa programação de comemoração que tem início às 6h com um culto ecumênico, seguido de um café regional, às 7h30. A programação segue ate às 21h com atividades esportivas desenvolvidas em parceria com a Sejel (Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer).
A programação inclui ainda bandas de músicas locais que devem se apresentar durante todo o dia entre o intervalo das atividades.
O público que frequenta os Feirões da Sepror também é parte importante dos festejos, de acordo com a secretária Sônia Alfaia. Para eles, foram preparadas promoções de diversos produtos entre frutas, verduras, hortifrutigranjeiro, queijos e artesanato em todas as unidades.
Sônia Alfaia explica que o Feirão da Sepror está presente em três zonas da capital (Norte, Leste e Oeste) e que duas outras unidades funcionam no interior do Estado, sendo uma na comunidade do Paricatuba, em Iranduba, e outra em Parintins. Ao todo, as cinco unidades do Feirão da Sepror garantem renda para mais de 540 produtores rurais familiares.
O modelo, explica a secretária, foi criado para o produtor familiar. A concepção do projeto foi trabalhada em duas vertentes: eliminar a figura do atravessador e garantir um local para os produtores comercializarem direto para o consumidor. O projeto deu certo e beneficiou além do produtor, a população.
“Os Feirões garantem ao produtor familiar um local exclusivo para a venda dos seus produtos. Além disso, garantimos apoio logístico para o transporte dos produtos, divulgação do espaço com as ofertas semanais. Isso diminui os gastos do produtor que consegue vender o produto direto ao consumidor sem custos adicionais como acontece nas demais feiras da cidade e em supermercados de grandes redes. Ganha o produtor e o consumidor com os Feirões”, destaca.
Os produtores dos Feirões da Sepror ainda recebem apoio da Secretaria e são inseridos em diversos programas, de acordo com a secretária executiva. Segundo Sônia, os produtores recebem assistência técnica rural através dos órgãos que integram o Sistema Sepror, como o Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas) e a Adaf (Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas), e têm acesso mais facilitado às linhas de financiamento para estimular a produção.
Em 2013, 81 famílias de agricultores familiares do Feirão da Sepror da zona Norte tiveram a oportunidade de financiar 65 veículos utilitários, 15 caminhões e um trator.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email