FED injeta US$ 2 bilhões no mercado e intervenções chegam a US$ 103 bilhões

Com a liberação de recursos de ontem, as intervenções do Fed no mercado já chegam a pouco mais de US$ 103 bilhões, desde o último dia 9, quando teve início a atual turbulência no mercado. No dia 9, o banco francês BNP Paribas congelou os resgates em três fundos, alegando que os investimentos desses fundos estavam expostos ao mercado de hipotecas de risco (“subprime”) dos EUA, que vem registrando altos níveis de inadimplência. As liberações de recursos do Fed, no entanto, ainda não surtiram efeito significativo sobre o mercado financeiro; a expectativa dos analistas é que o banco corte a taxa de juros dos fundos federais -a principal da política monetária americana, atualmente em 5,25% ao ano.
Semana passada, o Fed reduziu sua taxa de redesconto (utilizada para socorrer instituições com dificuldades financeiras de curto prazo), o que favoreceu os índices na sexta-feira, dia 17.
Desde então, o mercado vem recuperando terreno e ontem aumentaram as expectativas de que o Fed venha a mexer na taxa dos fundos federais: o senador Christopher Dodd disse ter ouvido do presidente do Fed, Ben Bernanke, que o banco usará “todas as ferramentas disponíveis” para evitar que a crise financeira afete a economia como um todo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email