Fecomercio faz avaliação sobre avanço do PIB

Frente & Perfil

A Fecomercio-AM (Federação do Comércio do Estado do Amazonas (Fecomercio/AM) considera que, embora o PIB (Produto Interno Bruto) tenha avançado 5,4% em 2007, é pouco provável que as taxas de crescimento da economia brasileira finalmente irão se consolidar em um patamar compatível com o dos países classificados como superemergentes, como por exemplo a China. Segundo o presidente da entidade José Roberto Tadros, resta saber se o crescimento de 5,4% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2007 confirma o início de um ciclo mais longo ou se apenas o país surfou sobre uma onda positiva, após ter perdido várias outras oportunidades no passado. “Enquanto existir excesso de burocracia no país, não se fizer as reformas trabalhista (flexibilização trabalhista), fiscal e não se reduzir as taxas de juros não chegaremos ao patamar nem próximo da China”, destacou.
Em contrapartida, Tadros diz acreditar que o país pode perpetuar ao menos, neste ano, taxas positivas de crescimento em torno de 5%, apesar do recrudescimento das condições internacionais fruto da crise de crédito e de consumo nos Estados Unidos.
Segundo o presidente da entidade, até o momento, esse avanço na economia brasileira não trouxe reflexos significativos sobre a inflação, a não ser em episódios pontuais. Todavia o crescimento mais acelerado e a valorização cambial começam a reverter o saldo comercial, que po­derá trazer alguma restrição externa no futuro, mas não ainda em 2008.
A federação pondera ainda que, embora o avanço no PIB supere a maioria das estimativas (ao redor de 5,2%), ele não chega a surpreender.

Protesto – A se julgar pelo número de editais publicados pelos cartórios de protesto de letras em Ma­naus, chamando devedores para liquidar seus compromissos em atraso, a inadimplência tanto de pessoas físicas quanto jurídicas deu um salto na cidade. Embora a maioria dos editais seja dirigida a pessoas físicas ou microempresas individuais, organizações de segmentos aquecidos, como as concessionárias de automóveis também estão contempladas.

# # #

Experiência – Publicada nesta semana, a lei que reduz o prazo de experiência a ser exigido de quem ingressa no mercado está sendo vista pelos analistas de recursos humanos como inócua. Ao mesmo tempo em que passa a ilusão de estar criando postos de trabalho com a redução para seis meses do período de experiência, ela apenas aumenta a carga de trabalho de quem faz recrutamento, uma vez que a decisão de contratar ainda é das empresas e estas manterão suas exigências.

# # #

Federais – O governo federal anunciou aumento para 11 categorias de funcionários públicos. As faixas de aumento a ser integralizado até 2011 podem atingir 137% e contemplam cerca de 800 mil servidores fede­rais. Ficam de fora do mimo governamental categorias­ como militares e funcio­nários do Banco Central. Ao que parece, a perda da CPMF não fez falta e os gastos do governo continuam crescendo em 7% ao ano.

# # #

Conversores – A produção de set-top box, os con­versores para televisão digital que a Proview inicia nesta segunda-feira e tem dois importantes valores para a ZFM. Primeiro a confirmação de que as ­indústrias instaladas no Pólo são capazes de produzir um aparelho de baixo custo (aproximadamente R$ 180) e o nível de nacio­nalização do ­equipamento que é de cerca de 40%. Grande parte do desenvolvimento do set-top box, foi trabalho de técnicos da universidades UEA, Ufam, Nilton Lins, Unicamp USP e UFPB, Universidade Fe­deral da Paraíba.

# # #

Páscoa – O Studio 5 Festival Mall, em parceria com empresas como Dell Valle, Santa Cláudia, Foto Nascimento e Cinemark, realiza, até o dia 23 (próximo domingo), uma programação diferenciada para a Páscoa, com a presença do coelhinho. Na ocasião, os frequentadores poderão degustar os sucos Dell Valle, chocolat

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email