FEBRABAN – Dez tarifas bancárias sobem e duas recuam em 2011

Balanço da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) divulgado ontem mostra que das 29 tarifas mais utilizadas pe­los consumidores de serviços bancários dez aumentaram em 2011, duas caíram e 17 ficaram inalteradas. Os dados são do Star (Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros), que faz uma média das tarifas cobradas por 14 bancos.
De acordo com a Febraban, apenas a tarifa relativa a fornecimento presencial do extrato mensal de conta corrente e poupança apresentou aumento (de 7,19%) acima inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em 2011, que foi de 6,5%. “Mas os valores foram reajustados por três grandes bancos após permanecerem estáveis em 2008, 2009 e 2010”, afirmou a federação em nota divulgada à imprensa.
Tiveram reajuste abai­xo do IPCA a taxa de exclusão de emitentes de cheque sem fun­dos (4,83%); saque presencial de dinheiro de conta corrente e poupança (0,70%); saque em caixa eletrônico (3,49%); fornecimento de extrato de conta corrente e poupança no autoatendimento ou outros meios eletrônicos (4,74%); fornecimento presencial do extrato de conta corrente e poupança por um determinado período (6,08%); fornecimento do extrato para determinado período em caixa eletrônico ou internet (3,07%); fornecimento de microfilme ou microficha de cheques (1,98%); ordem de pagamento (0,9%) e, no caso de operações de crédito e arrendamento mercantil, a tarifa de concessão de adiantamento a depositante (1,94%).
As quedas ocorreram nas tarifas de transferência de contas dentro da mesma instituição financeira (recuo de 14,53%) e transferência realizada pelo caixa eletrônico ou meios eletrônicos (queda de 12,16%). Ficaram estáveis em 2011 as tarifas de confecção de cadastro para novo cliente; fornecimento de segunda via de cartão com função de débito e poupança; contra ordem e sus­tação de cheque; folhas de cheque; cheque administrativo; cheque visado; saque de conta corrente ou poupança via correspondente não bancário; depósito identificado; consulta de extrato mensal de conta co­rrente ou poupança para um período específico via correspondente não bancário; fornecimento do extrato mensal de conta corrente e poupança via correspondente não bancário; DOC/TED (transferência de valores) e transferência agendada feita pessoalmente, pelo caixa eletrônico e internet.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email