19 de abril de 2021

Faturamento do PIM tem acréscimo de 8,78%

https://www.jcam.com.br/econo4_cad1_1511.jpg
Ignorando o decréscimo de 8,64% apresentado pelo faturamento do pólo eletroeletrônico, as vendas do parque saltaram de US$ 16.63 bilhões para US$ 18.09 bilhões

Influenciado pelo aumento nas vendas dos setores de duas rodas, químico e metalúrgico, o faturamento do PIM (Pólo Industrial de Manaus) cresceu 8,78% no acumulado dos nove primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo intervalo de 2006. Ignorando o decréscimo de 8,64% apresentado pelo faturamento do pólo eletroeletrônico, as vendas do parque saltaram de US$ 16.63 bilhões para US$ 18.09 bilhões.

Segundo os indicadores de desempenho do PIM divulgados na última quarta-feira pela Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), de janeiro a setembro de 2007 o setor de duas rodas obteve um acréscimo de 40,49% no volume faturado, enquanto os setores químico e metalúrgico computaram altas comerciais de 35,20% e 36,76%, respectivamente. Esses segmentos estão no grupo dos cinco setores que mais faturam na indústria amazonense. Com parcela de 28,65% na receita total, o pólo eletroeletrônico ainda é o líder em faturamento do PIM.
Segundo colocado nas vendas, o setor de duas rodas faturou US$ 4.33 bilhões no acumulado, contra o resultado de US$ 3.08 bilhões obtido entre janeiro e setembro de 2006. Só com a venda de motos, as fábricas atingiram um faturamento US$ 3.76 bilhões. Nos nove primeiros meses, as montadoras produziram 1,41 milhão de motocicletas e superaram em 23,50% o volume fabricado em igual período de 2006, que foi de 1,14 milhão.

De acordo com o diretor-executivo da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), Moacyr Paes, o crescimento na venda de motos é resultado da grande oferta de crédito no varejo, da variedade de produtos disponível ao consumidor e à utilização cada vez maior do veículo como meio de transporte e trabalho. “Com os problemas no transporte coletivo, a moto se tornou uma alternativa mais ágil e econômica para as pessoas”, analisou.

Segundo o dirigente, neste ano a produção da indústria de duas rodas deve crescer 16,77% no comparativo com o exercício anterior. A Abraciclo estima a fabricação de 1,65 milhão de unidades até o fim de 2007, sendo que 1,51 milhão de veículos serão comercializados no mercado doméstico e 140 mil serão exportados. “No fim de 2006 projetamos a produção de 1.600 motocicletas, mas na metade deste ano revimos as metas em virtude do bom desempenho da indústria”, afirmou Paes.

Químicos estão em alta

Quarto maior faturamento do parque industrial de Manaus, o pólo químico soma uma receita de US$ 1.82 bilhão neste ano, quantia bem acima da registrada entre janeiro e setembro de 2006 (US$ 1.35 milhão).

Segundo a diretora de marketing da Alva da Amazônia, Alcione Rocco, a empresa foi uma das que ampliou o faturamento em 2007.

Aproveitando o seu leque de produtos para conseguir uma maior penetração da marca no PIM, a Alva nem precisou aumentar sua base de clientes para obter um incremento de 30% nas vendas deste ano. “Continuamos atendendo os mesmos clientes, mas a diferença foi a maior aceitação do nosso portfólio. São poucas as empresas em Manaus que fabricam produtos químicos para as indústrias, fator esse que nos faz concorrer com as grandes marcas do país e ser mais competitivos por estarmos perto das fábricas do PIM”, explicou.

Localização estratégica

Conforme Alcione Rocco, a localização da Alva permite que seus 227 clientes economizem o custo que teriam com o frete e comprem apenas o necessário, diminuindo com isso a estocagem dos produtos. Como resultado, as indústrias representam 70% do faturamento da empresa, que tem como carro chefe das vendas os detergentes desengraxantes utilizados na limpeza de maquinário pesado.

Rumo à estabilidade

Mesmo dando seqüência à retração acumulada, o pólo eletroeletrônico esboçou uma recuperação gradativa nos meses de julho, agosto e setembro. Segundo os indicadores da Suframa, em julho as vendas ‘engataram’ uma ascensão que culminou no faturamento de US$ 8.26 bilhões em setembro. Ainda assim, o set

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email