Fabricante tem prejuízo de R$ 39 bi

A GM disse que as despesas extraordinárias somaram US$ 38,6 bilhões, como resultado da depreciação de benefícios

A General Motors, maior fabricante de veículos automotores do mundo, divulgou ontem seu balanço do terceiro trimestre, no qual confirmou as informações divulgadas antecipadamente, de que registraria uma despesa extraordinária de cerca de US$ 39 bilhões no trimestre. A GM disse que as despesas extraordinárias somaram US$ 38,6 bilhões, como resultado da depreciação de benefícios fiscais futuros devido às mudanças da legislação norte-americana para a contabilidade.

A montadora registrou prejuízo líquido de US$ 39 bilhões no terceiro trimestre, equivalente a um prejuízo de US$ 68,85 por ação, superando largamente as perdas registradas no mesmo período do ano passado, quando teve prejuízo de US$ 147 milhões ou US$ 0,26 por ação.

Os custos extraordinários anunciados pela GM advêm das difíceis condições de negócios em suas operações nos EUA e na Alemanha, além de fortes perdas na GMAC, e vão reduzir o valor dos ativos por impostos diferidos da montadora nos EUA, Canadá e Alemanha para zero.
Analistas vinham prevendo que a GM apresentaria perdas consideráveis em razão, principalmente, do prejuízo da ResCap, divisão de bens imobiliários da GMAC -grupo de serviços financeiros no qual a montadora detém 49% de participação.

Com isso, as ações da General Motors despencaram mais de 7% nas operações pré-mercado de Wall Street, após a divulgação de seu balanço do terceiro trimestre.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email