Extrapesados da Volks vêm com ZF-Ecosplit3

O mais recente lançamento da Volkswagen, a linha de caminhões Constellation 370, com motorização de 367 cavalos de potência, conta com a nova ZF-Ecosplit 3, de 16 marchas, uma das mais modernas transmissões para os segmentos de veículos pesados e extrapesados. Antes importado da matriz alemã, o componente passou a ser fabricado nas instalações da ZF em Sorocaba, interior de São Paulo, após um investimento de R$ 6,2 milhões em novas linhas de montagem e produção.
A transmissão já tem aplicação no mercado brasileiro, mas este é o primeiro fornecimento deste componente para a Volkswagen, após um período de aproximadamente dois anos de testes. A ZF-Ecosplit 3 vai equipar os três modelos da linha Constellation 370 –VW 19.370, VW 25.370 e VW 31.370–, que apresentam peso bruto total acima de 45 toneladas.
A montagem de transmissões da família ZF-Ecosplit 3 em Sorocaba teve início em agosto de 2006 e a ZF promoveu sua nacionalização gradativa desde então. Segundo Wilson Bricio, presidente da ZF América do Sul, para tornar possível a produção da nova família de transmissões no Brasil foi criado um grupo internacional de projeto que incluiu uma equipe na ZF Friedrichshafen (Alemanha) e outra na ZF de Sorocaba.
“O projeto básico segue as mesmas premissas técnicas e de qualidade que sempre diferenciaram a família de transmissões para pesados e extrapesados ZF-Ecosplit”, disse o executivo.
Com 16 marchas à frente, totalmente sincronizadas, a ZF-Ecosplit 3 pode ser utilizada em veículos com motores mais potentes e torques mais altos, como os novos VW Constellation 370. Esse modelo de transmissão também possibilita que o motor trabalhe na melhor faixa de rotação, proporcionando maior economia de combustível e redução dos níveis de emissão de poluentes. Outras vantagens são o menor peso (carcaça em alumínio) e menos ruído, devido ao uso de engrenagens helicoidais.
Um dos principais diferenciais da ZF-Ecosplit 3 é o “Servoshift”, inovador sistema pneumático auxiliar de engate que permite mudanças de marchas suaves e precisas, como em um automóvel. Em comparação com as transmissões da geração anterior, apresenta capacidade de torque 50% superior, com esforço de engate sensivelmente menor para o motorista.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email