6 de maio de 2021

Exposição virtual abre comemorações dos 95 anos do poeta Thiago de Mello

Em homenagem ao poeta amazonense Thiago de Mello, foi lançada uma exposição virtual “Thiago de Mello 95 anos de vida, poesia e amor por Manaus”. O conteúdo está disponível no portal Vida e Cultura (https://vidaecultura.manaus.am.gov.br/historia-page.php). 

A exposição marca o início das atividades promovidas pela ManausCult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos) e pelo Concultura (Conselho Municipal de Cultura) que ocorrerão este mês, em comemoração aos 95 anos do poeta, celebrados no dia 30 de março.

Nascido em Barreirinha, Thiago de Mello conquistou reconhecimento nacional e internacional, tornando-se um dos mais expressivos poetas contemporâneos do país. É autor de livros reconhecidos mundialmente, como “Faz escuro, mas eu canto”, “Silêncio e palavra”, “Manaus, amor e memória”, entre outros. Além de escritor, exerceu o jornalismo e serviu no Itamaraty como adido cultural no Chile, onde cultivou uma grande amizade com Pablo Neruda e Salvador Allende.

A exposição

Disponível em plataforma digital, a exposição virtual “Thiago de Mello 95 anos de vida, poesia e amor por Manaus” reúne acervos pessoais e públicos do poeta. São registros fotográficos, obras, entrevistas, homenagens, versos e poemas disponíveis ao leitor.

Já no Museu da Cidade de Manaus, localizado no centro histórico, o poeta possui uma exposição permanente em sua homenagem. O espaço está fechado ao público por conta da pandemia da Covid-19.

Ateliê 23 lança trilha sonora do projeto ‘Ouve’ 

Está no ar a série de vídeos que compõem a nova edição do “Ouve”, projeto do Ateliê 23, assinado por Wilas Rodrigues, com trilhas autorais dos espetáculos “da Silva”, “Janta”, “Helena” e “Vacas Bravas”. O público já pode conferir as performances no Instagram e no canal da companhia no YouTube (@atelie23). 

Segundo Eric Lima, intérprete nos acústicos desta versão do “Ouve”, no total, sete músicas vão ser lançadas em todas as plataformas digitais. Ele adianta que o lançamento oficial está programado para 15 de março, quando acontece ainda uma live em parceria com Wilas Rodrigues. 

Estão disponíveis os acústicos de “O Tempo Voou”, do espetáculo da Silva; “Enterrada”, de “Vacas Bravas”, que ganhou um toque especial de Israel Nunes; e “Helena”, da peça com o mesmo nome. 

WEB +

Foto: Divulgação
  • Lançamentos:
    Bruno Mars e Anderson .Paak divulgam single e clipe da romântica “Leave the Door Open”
Foto: Divulgação

Bruno Mars pegou todo mundo de surpresa ao anunciar, na semana passada, o projeto Silk Sonic ao lado de Anderson .Paak. Tão breve quanto a divulgação, hoje (5), a dupla lançou o primeiro single, “Leave the Door Open”.

Romântica, a faixa ganhou um clipe mostrando a banda se apresentando em um estúdio com toda a sincronicidade que se pode esperar dos artistas. Há quase cinco anos sem lançar um novo disco, “24k Magic” é o último trabalho de estúdio de Bruno Mars. Em 2019, ele fez uma parceria com Cardi B em “Please Me” e também esteve em “Blow”, colaboração com Ed Sheeran e Chris Stapleton.

Anderson .Paak é cantor, compositor e produtor musical. Em 2020 venceu na categoria de Melhor Álbum R&B no Grammy Awards com o álbum “Ventura”.

  • Zara Larsson, Nick Jonas, Natti Natasha e muitos outros lançam novidades 

O mês de fevereiro foi com Deus e março já começou com tudo e nesta primeira New Music Fridays do mês, vários lançamentos se destacam, com muitas novidades entre singles, álbuns e videoclipes, tanto nacionais como internacionais.

Além de mais uma faixa de Jão, do Vitão, J Balvin, clipe novo do Xamã, tivemos também a nova parceria entre Selena Gomez e DJ Snake, na música “Selfish Love”, e o primeiro lançamento do projeto Silk Sonic, de Bruno Mars e Anderson .Paak.

Mas os lançamentos não param por aí. Confira o que tá rolando de novidade nesta New Music Fridays:

SINGLES

Silk Sonic (Bruno Mars & Anderson .Paak) – Leave The Door Open

Bebe Rexha – Sacrifice

Maroon 5 – Beautiful Mistakes (feat. Megan Thee Stallion)

Xamã – Sagitário

– Nick Jonas – This is Heaven

J Balvin – Ma G

– Justin Bieber – Hold On

Jão – Amor Pirata

DJ Snake, Selena Gomez – Selfish Love

Wisin, Myke Towers – Mi Niña (feat. Anitta & Maluma)

– LUAN – Hipnose

– Claudia Leitte, Rita Wilson e Raja Kumari – Hello World

– No Rome – Spinning (feat. Charli XCX & The 1975)

– James Arthur – Medicine

– Fuze – Quem me Dera

– BigUp e Gilsons – Deixa Fluir

– Bruninho & Davi, Lauana Prado e Mc Zaac – Baladinha

– Suricato e Vitor Kley – A Dois

Tília e Melody – Nocaute

Vitão – Pensa

– 3OH!3 – Last Breath

– Natti Natasha – Las Nenas (feat. Cazzu, Farina & La Duraca)

– Saweetie & Doja Cat – Best Friend (feat. Stefflon Don)

– RBD – Sálvame (En Vivo)

– Fito Paez, Lali – Gente En La Calle

– Tate McRae – Slower

– Sean Paul, Busy Signal – Boom

– Major Lazer – Diplomatico (feat. Guaynaa)

– Sam Fischer, Demi Lovato – What Other People Say (Stripped Version)

– RAYE – Regardless (Acoustic)

– Evanescence – Better Without You

– Simaria, Malía, Giulia Be – Te Sigo Somando

– Una Healy – Swear It All Again

– Aly & AJ – Pretty Places

Drake – What’s Next

Dica de série: 

Foto: Divulgação

‘WandaVision’ chega ao fim e muda para sempre o modo de ver e fazer TV

O último capítulo de “WandaVision” amarrou a série com inteligência e, na melhor tradição Marvel, plantou algumas pistas para o que está por vir. Ainda assim, a maior revolução da série, primeira produzida pelo estúdio para a plataforma de streaming Disney+, ocorreu nos bastidores. Seus efeitos devem reverberar pela indústria pelos próximos anos.

O segredo está no formato misto, que mistura reverência à estrutura televisiva celebrada há décadas e um mergulho absoluto no modo como o mundo passou a consumir produções seriadas. “WandaVision” espertamente abraçou a tradição da sitcom americana para disparar sua narrativa, fornecendo um tabuleiro familiar que servia de distração -e não foi a única! -para o posicionamento das peças.

A trama, construída como consequência dos acontecimentos de “Vingadores: Guerra Infinita” e “Ultimato”, apresentou os motivos para a brincadeira com séries famosas ao estilo “The Dick Van Dyke Show” e “Tudo em Família”, ao mesmo tempo que resolvia o mistério em torno na vida idílica de Wanda Maximoff e do Visão como um casal suburbano em uma cidadezinha de Nova Jérsei. O formato, porém, fez toda a diferença. A tradição de séries semanais da TV seguia uma estrutura semelhante: cada episódio trazia uma história contida, que contribuía para apresentar e manter os arquétipos apresentados já no piloto, sem espaço para invencionices.

“WandaVision”  foi construída para ser absorvida em doses semanais. Assim como “Game of Thrones”, o público passava a semana discutindo os próximos passos. 

Acima de tudo, “WandaVision” é uma série totalmente fora da casinha. Longe de obedecer uma narrativa tradicional, a série deixou as convenções de lado e embarcou na viagem de seus criadores, Jac Schaefer e Matt Shakman, uma maluquice que envolvia realidades alteradas, um trama de mistério e uma sitcom fofinha, tudo no mesmo pacote.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email