4 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Tem exposições de arte e música na nossa sexta

A sexta-feira promete: vernissage de Chermie Ferreira, na galeria Moacir Andrade, do Sesc; e shows musicais de Rafael Freire, no Bar do Armando; e banda Critical Age, no Porão do Alemão.

A artista plástica Chermie Ferreira inaugura sua exposição ‘Mama Tuyuka’, na galeria Moacir Andrade, do Sesc (rua Henrique Martins, Centro), hoje, a partir das 18h30. Chermie pertence ao povo kokama e trabalha com grafite desde os 16 anos.

Mama Tuyuka (ou Mãe Terra, para os kokama), representa aquela que sustenta tudo ao seu redor, que cuida, protege e alimenta. A exposição ‘Mama Tuyuka’ traz uma série de telas em canvas, papel e madeira, marcadas por traços expressionistas em uma combinação única de spray (do grafite) e acrílica (das artes plásticas). As obras de Chermie trazem em cores, reflexos, texturas, narrativas e traços a grandeza de cada mãe dos povos originários da Amazônia. Ela é mais uma artista amazonense que consegue sair das fronteiras do Estado e fazer sucesso pelo país. Vive entre trabalhos em Manaus e em São Paulo, onde é representada por uma galeria de arte urbana com matriz no Beco do Batman, point do grafite paulistano.

“A artista tem sólida experiência no movimento de arte urbana nacional, além de coordenar diversos eventos nacionais e internacionais voltados para a divulgação do grafite, especialmente do trabalho realizado por artistas mulheres”, falou Virna Lisi, curadora da exposição.

“Sua arte passa ao público valores e sentimentos da luta pela visibilidade das mulheres do Norte, principalmente ribeirinhas e as mulheres de origens indígenas, as inspiradoras da exposição ‘Mama Tuyuka”, informou Virna.

A exposição permanece na galeria de hoje até 29 de julho. A entrada é gratuita.

Lado cantor

Quem quiser voltar à década de 1980 e 90, não pode perder ‘Um show super fantástico’, que Rafael Freire apresentará, a partir das 21h, no Bar do Armando (rua 10 de Julho, 593, Centro). Depois de 26 anos como instrumentista, tendo acompanhado vários cantores e bandas, Rafael resolveu, agora, soltar a voz. Couvert, R$ 10.

“Nunca me identifiquei como cantor, mas no decorrer da minha jornada adquiri essa experiência quando parti para trabalhos solo como intérprete, inclusive, foi a partir da música que a minha jornada profissional e empreendedora começou. Agora chegou a hora de eu colocar um tempero pessoal no meu trabalho para dar voz a esse projeto que é uma auto-realização, misturando o meu lado de intérprete com o de instrumentista”, explicou.

Como instrumentista, Rafael acompanhou diversos cantores locais como Israel Paulain, Elen Mendonça, Júnior Melvino, Márcia Novo e Bella Queiroz. Participou também de bandas como Ases do Pagode, Grupo Insensatez, Grupo Peccado, Grupo Frenesi, Boi Corre Campo, Banda da Marujada, apenas para citar alguns.

‘Um show super fantástico’ é um resgate de clássicos de trilhas sonoras de games, filmes e seriados, onde se destacavam figuras como Jaspion, He-Man, Ninja Jiraya, Super Mario Bros.

“São músicas que a galera da minha geração vai poder curtir e relembrar, já que não se ouve mais. Além disso, na play list constam clássicos da rumba flamenca dos Gipsy Kings, dos boleros de Luis Miguel, do sinth-pop da dupla Erasure, da lambada do grupo Kaoma, de toadas antológicas de Garantido e Caprichoso, do beiradão de Teixeira de Manaus e muito mais”, avisou.

O show ainda terá a participação especial de Alessandra Vieira, Fabiano Castro e Dion Brasil. Rafael Freire será acompanhado pelos músicos Tiozinho Solano (teclado) e Fred Teixeira (bateria).

Oficial do Porão

Já para os apreciadores de rock, o caminho é outro, a partir da 1h, no Porão do Alemão (travessa Ponta Negra, 1986, São Jorge), com a banda Critical Age. Bilheteria a partir de R$ 10.

A Critical Age é uma das bandas de rock mais longevas de Manaus. Em outubro eles irão completar 21 anos de estrada. Desde 2005 são a banda oficial do Porão do Alemão.

Em 2019, os rapazes celebraram a sua ‘maioridade musical’, em grande estilo, numa turnê por Portugal.

A Critical Age já abriu shows de grandes artistas do rock nacional e internacional como Scorpions, Halloween e Gammaway, Legião Urbana, Raimundos, Detonautas, Pitty, Capital Inicial, Titãs, Roupa Nova, Paralamas do Sucesso, Biquíni Cavadão, CPM22, Charlie Brown Jr, O Rappa, Engenheiros do Hawaii, Dado Vila Lobos, Marcelo Bonfá, Frejat e Nando Reis, Kiko Zambianchi, Marcão Brito e Edu Falaschi.

A banda foi criada pelos irmãos Arlley Souza (voz e violão), Arisson Souza (voz), e conta com os músicos Ciro Tasso (guitarra) e João Almeida (baixo).

Quem quiser mais Critical Age, no sábado eles voltam a se apresentar no Old 88 Garage, no Vieiralves, às 15h30; e no domingo, no Cent Beer, na av. João Valério, 708, Nossa Sra. das Graças, a partir das 20h, fazendo um Especial Legião Urbana, Lado B, com ingressos limitados ao preço de R$ 15.

***

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email