Exportações da Honda apresentam declínio

Ao contrário do desempenho positivo no mercado interno, a Moto Honda da Amazônia está registrando constantes declínios no comércio exterior, que nos últimos três anos apresentou uma retração de 28,57%. Do total de 140 mil motocicletas comercializadas aos demais países, a indústria irá vender, até dezembro, apenas 100 mil unidades no comércio externo.
O vice-presidente da empresa japonesa, Kazuo Nozawa, avaliou que a variação negativa na cotação do dólar, no último biênio, está sendo o principal entrave nesse tipo de vendas. “Quando a moeda americana tinha uma cotação próxima de R$ 2,30, nossa demanda externa era crescente, mas hoje trabalhar com um dólar, cotado em torno de R$ 1,90, fez os nossos produtos se elevarem bastante lá fora”, explicou oexecutivo.

Moeda valorizada

Desde o ano passado, logo após o início do processo de valorização do real frente ao dólar, as motocicletas Honda comercializadas no exterior começaram a apresentar perdas comerciais gradativas. Nesse ano, as exportações caíram 14,28% ao atingirem o número de 120 mil unidades vendidas, contra o montante de 140 mil unidades comercializadas no mercado externo em 2005.
O processo de declínio nessas vendas aconteceu em paralelo ao valor negativo na cotação da moeda americana, que nos últimos três anos sofreu uma desvalorização superior a 20% se comparada ao real.
O câmbio nessa situação torna os produtos fabricados no país, que tem a maior parte das despesas de fabricação pagos pela moeda brasileira, com preços mais elevados no exterior. Desse modo, as motocicletas, que são vendidas em dólar, perderam potencial de competitividade por terem valores elevados, quando comparadas aos modelos fabricados em outros países.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email