25 de junho de 2022

Experiência e técnica: paratletas amazonenses sobem ao pódio no jiu-jitsu paradesportivo

Superando os limites e as adversidades, os paratletas de jiu-jitsu Alex Taveira e Flávio Leonardo subiram ao pódio no Arnold Classic Sports Festival South América, em São Paulo. A dupla amazonense de arte suave teve apoio de passagens áreas disponibilizadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar).

“O Estado coloca sua bandeira nas melhores competições nacionais e internacionais. O resultado alcançado demonstra o apoio que o governador Wilson Lima está dando aos paratletas de alto rendimento do Estado. Isso é inclusão social e compromisso com o esporte amazonense”, afirmou Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

O paratleta Alex Taveira, que ganhou três ouros e uma medalha de prata, afirma que o resultado já era esperado devido aos intensos treinos. “Em 2021, eu ganhei 13 lutas, um orgulho para o meu histórico. Desta vez eu lutei nas quatro finais, duas sem kimonos e outras duas com kimono, onde me consagrei campeão neste ano”, explica Taveira.

E Flávio Leonardo, que conseguiu duas medalhas de ouro e uma medalha de prata, contou que o trabalho dos lutadores parajiu-jitsu é sempre reconhecido no Brasil e no mundo à fora. “Isso me motiva a sempre treinar mais. O evento foi ótimo, pois fui campeão na categoria absoluto e sem kimono”, disse.

Federação – O presidente Federação Amazonense de Jiu-jitsu Paradesportivo e do Instituto Paradesportivo do Amazonas, Jonathas Machado, afirmou que os paratletas treinaram pesado para essa competição internacional e ao todo, a delegação amazonense conquistou 30 medalhas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email