Expectativa da Prefeitura de Maués é movimentar R$ 2 milhões com evento

O Festival de Verão de Maués deverá movimentar cerca de R$ 2 milhões, na expectativa da prefeitura do município, localizado a 260 quilômetros de Manaus. O festival acontece em pleno feriado prolongado da Semana da Pátria. Começa nesta quarta-feira e só se encerra no sábado, dia 8.
Comerciantes, feirantes, restaurantes, rede hoteleira, artesãos e trabalhadores do setor público se movimentam e preparam a cidade para a festa. Na feira municipal é grande a circulção de produtores abastecendo os feirantes com frutas e alimentos. A mesma situação é observada no comércio e nos restaurantes. Hotéis e pousadas estão com as reservas praticamente esgotadas.
A Rico Linhas Aéreas colocou vôos extras para a cidade, que espera receber, para a festa, aproximadamente 10 mil pessoas, da capital e de municípios vizinhos.
Nas ruas da cidade dezenas de trabalhadores atuam na limpeza e embelezamento. Poda de árvores, cuidados com os jardins, pintura de prédios, tudo para que Maués fique ainda mais bonita. Na praia da Ponta da Maresia, principal cenário da festa, o palco onde vão se apresentar a banda Furacão do Calypso, David Assayag, Carlinhos do Boi e banda Insensatez, dentre outras atrações, já está pronto.
Dezenas de barracas de comida, artesanato e bebida também estão sendo montadas. Somente na estrutura da festa estão sendo geradas mais de 200 ocupações diretas, fora as pessoas que vão trabalhar durante o evento.
O turismo em Maués gira, principalmente, em torno de suas festas tradicionais, o chamado turismo de eventos. Pelo menos quatro delas são muito fortes –o Carnaval, em fevereiro; o aniversário da cidade, em junho; o Festival de Verão, em setembro; e a Festa do Guaraná, em novembro. “Um mês antes e um mês depois dessas festas a gente sente a mudança na cidade. É dinheiro que cirula mais. São as ocupações que aumentam com o surgimento de novas frentes de trabalho. Enfim, as festas tradicionais têm uma importância muito grande na nossa economia”, destacou o prefeito de Maués, Miguel Paiva.

População indígena

A programação do Festival de Verão também inclui a população indígena do município. Tradicionalmente, a prefeitura organiza um dia de festa em uma das comunidades da reserva indígena do Marau, onde vivem cerca de 4.000 índios da etnia saterê mawé. Na sexta-feira, dia 7, o prefeito Miguel Paiva se desloca com uma comitiva de secretários para a comunidade Vila Nova, sede da festa, que terá programação cultural, com almoço e um grande mutirão social.
O destaque deste ano será a entrega de 400 certidões de nascimento. A documentação, segundo o prefeito, é essencial para garantir a cidadania aos indígenas. “Eles precisam estar documentados para terem direito a benefícios previdenciários, como é o caso do auxílio-maternidade e aposentadoria, por isso fazemos esse esforço junto ao cartório”, observou Miguel Paiva.
Segundo o pefeito, boa parte da população do Marau já possui certidão de nascimento. Além da documentação, a prefeitura vai entregar kit de material para escolas e alunos indígenas, organizar mutirão de saúde e higiene, corte de cabelos, entre outras ações sociais, coordenadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Emprego e Renda.

Opções de transporte

Como chegar –o acesso a Maués é por via aérea, fluvial e rodofluvial. A Rico Linhas Aéreas tem vôos regulares às segundas, quartas e sextas-feiras, saindo de Manaus às 11h e retornando de Maués às 12h. A passagem de ida e volta custa R$ 480 e o percurso é de cerca de 45 minutos. De barco, há opções de saída, diariamente, do Porto de Manaus e vice-versa, com preços que variam de R$ 25 a R$ 70, somente para um percurso. O tempo de viagem é de cerca de 20 horas.
Outra opção é o transporte rodofluvial, chamado de Expresso, que funciona dias de segunda e sexta-feira. Sai de ônibus da rodoviária de Manaus, às 8h, com destino a Itacoatiara, de onde segue no barco a jato até Maués. A viagem dura cerca de dez horas e custa R$ 70 apenas um

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email