Evento aborda desenvolvimento agropecuário

Manaus vai sediar de 22 a 23 deste mês o 9º Seminário de Desenvolvimento Agropecuário da Amazônia Ocidental. O evento – que será realizado no auditório da Faea (Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas) – tem como foco aprofundar a discussão em torno do atual estágio técnico e econômico do setor, visando eliminar os gargalos e partir para as soluções.
Terá como um dos palestrantes a senadora do Dem/TO e presidente do CNA-Brasil, Kátia Abreu, que irá falar sobre o tema Meio Ambiente e Renda. Ela, que é a primeira mulher na liderança do agronegócio brasileiro, setor que representa 24% do PIB (Produto Interno Bruto), emprega 37% da força de trabalho e gera 36% das exportações. A senadora defende a reestruturação do crédito rural brasileiro para que possa garantir o seguro de renda aos agropecuaristas brasileiros.
Para o presidente Faea, Eurípedes Lins, o seminário que vai abordar a problemática do setor agropecuário amazônico está inovando o debate com participação de temas atuais como o Direito de Propriedade, proferido pelo ex-ministro da Previdência Social, Roberto Brant, além de outros de igual importância.
Como a Pobreza Rural e Trabalho Decente, pelo especialista Marcelo Garcia, e Comunicação Estratégia abordado pelo jornalista global Heraldo Pereira. “Temos convicção de que os debates vão suscitar respostas e soluções para os problemas que impedem o crescimento do setor”, frisou Lins.
O seminário é uma iniciativa da Faea e do Senar-AR/AM (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Administração Regional do Estado do Amazonas), com o apoio da CNA-Brasil (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) e federações dos Estados do Acre, Roraima e Rondônia.
Vai ser levada para a rodada de discussão temática a cadeia produtiva da mandioca, bem como a sua viabilidade agroindustrial; aquicultura e os investimentos tecnológicos com foco no aumento da produção; sistemas agroflorestais; difusão dos conhecimentos gerados na região; além das palestras sobre o programa de anistia para produtores rurais prejudicados pela enchente e o programa de custeio emergencial voltado para o setor pecuário.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email