Estrangeirismos, mais um ato

Essa espécie de intercâmbio lexical ocorre em vários países, e aqui não poderia ser diferente, já que o Brasil importa não só produtos, mas também maneiras de se expressar. Teclando com uma prima que mora na Califórnia, me surpreendi ao saber que várias palavras oriundas do italiano são usadas pela língua inglesa. Hoje reservei três vocábulos, cada um pertencente a uma língua e que povoam o nosso idioma.

DEJA VU X “DÉJÀ VU”

Temos aqui um galicismo, isto é, um estrangeirismo advindo da língua francesa. O que primeiramente me chamou atenção foi a pronúncia que, em francês, possui o “u” com o som de “i”, mas que, em português, essa particulariedade fonética não foi absorvida, isto é, o “u” tem som de “u” mesmo.  “Deja vu. s.m. 02. Psiq. Sensação falsa de já ter visto ou presenciado algo que se está vendo ou presenciado pela primeira vez”.

IMBRÓGLIO X “IMBROGLIO”

Nesse caso, o estrangeirismo é oriundo da terra dos meus avós, proveio da Itália e aqui se fez morada. Em italiano o dígrafo “gl” tem som de “lh”, mas, em português pronuncia-se “imbróglio” mesmo. Dessa forma, como em  DEJA VU, no tocante à pronúncia, o “lh” do italiano não foi agregado por aqui. “Imbróglio. s. m. 01. Trapalhada, confusão, embrulhada”.

SUPERAVIT X SUPERÁVIT

O vocábulo “superávit”, que foi importado de nossa língua-mãe, o latim, “superavit”, no meio do caminho encontrou esse acento agudo, que confesso não entender o que faz aí. Separando as sílabas, temos: su-pe-rá-vit, paroxítona terminada em “t”, logo, não deveria ser acentuada. Há mais um detalhe importante, na língua portuguesa não existem palavras cuja última letra seja o “t”. A palavra “superávit” poderia, pela lógica de nosso idioma, ser acrescida de um “e”, aportuguesando-se conforme o padrão. Ficaria “superávite”. Isso, no entanto, não ocorreu, mas sim houve uma modificação, quando à acentuação gráfica, após o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Com o Acordo Ortográfico e a publicação da 5.ª edição do Volp (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa), essa situação não foi resolvida. Porém, em seguida, a Academia Brasileira de Letras publicou uma errata, que nos chegou como encarte, trazendo duas listas, uma de alterações e uma de acréscimos. “Superávit” foi, aí, retirada da lista de palavras aportuguesadas e incluída na lista de palavras estrangeiras, grafando-se exatamente igual como o vocábulo em latim “superavit”. Fica a dica.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email