11 de abril de 2021

“Estarei ao lado dos trabalhadores e pela Zona Franca de Manaus”

Uma das figuras mais conhecidas no Amazonas pela militância socialista, a deputada federal Vanessa Grazziotin (PCdoB) busca nestas eleições alcançar mais um degrau na sua escalada política: o Senado

Uma das figuras mais conhecidas no Amazonas pela militância socialista, a deputada federal Vanessa Grazziotin (PCdoB) busca nestas eleições alcançar mais um degrau na sua escalada política: o Senado. Em entrevista ao Jornal do Commercio, a parceira de chapa de Eduardo Braga (PMDB) e do candidato à reeleição ao governo do Amazonas, Omar Aziz (PMN), falou sobre suas propostas para defender os interesses do Amazonas no Senado e garantiu que continuará lutando pelos trabalhadores e pela ZFM (Zona Franca de Manaus), suas principais bandeiras políticas.
Às vésperas das eleições, Vanessa tem o desafio de conquistar a confiança da população para um cargo diferente do que vem ocupando (na Câmara Federal) por dois mandatos – 1999-2003, 2003-2007, sendo uma das candidatas mais votadas para defender o Estado no Congresso. A deputada federal já foi vereadora por Manaus por 3 mandatos seguidos. A entrevista dá seguimento ao projeto do Jornal do Commercio de apresentar aos leitores os principais candidatos a governador do Amazonas e senador da República para este pleito.

Candidata, como avalia o desdobramento da campanha até agora?
Vanessa: O perfil das campanhas políticas mudou. Eu sou do tempo em que uma campanha durava seis meses, direto. Hoje ela se resume a três meses, por isso temos que intensificar as ações, principalmente numa campanha majoritária onde temos que cobrir a capital e o interior num estado continental como o nosso. Por isso redobramos o esforço, com viagens para o interior, panfletagem e caminhadas pelas ruas de Manaus. Vamos manter o ritmo que sempre marcou minha campanha: pé na estrada, corpo a corpo e olho no olho.     

Quais suas estratégias para a campanha na reta final?
Vanessa: Intensificar o ritmo de campanha, participando de reuniões e comícios na capital e no interior do Estado ao lado de Eduardo Braga (senador) e Omar Aziz (governador), meus companheiros de chapa. Estrategicamente, vamos nos dividir para pedir votos em locais diferentes e, assim, atingir um número maior de eleitores. Estive em Urucará, Eirunepé e Nova Olinda do Norte nos últimos dias e devemos fazer Parintins nas próximas horas.  No último final de semana, fiz caminhada pelas principais ruas da cidade e visitei empresas, entre elas, a Nokia, Moto Honda e Samsung. O balanço que faço neste final de campanha é que percorri com Omar e Eduardo  quase todos os municípios amazonenses. Também fiz muitas ações em porta de fábrica e caminhei pelas ruas dos bairros mais populares. Em todo lugar é visível a aceitação e o crescimento da nossa candidatura.

Em caso de vitória, qual será sua principal ação no Senado?
Vanessa: Acima de tudo manter a nossa independência. Vou votar no que for bom para nossa gente e contra o que for ruim. Minha garra, minha combatividade ninguém tira. Nossa principal função é legislar. Por isso vou apresentar propostas e votar naquelas que são de interesse do país e do Amazonas. No geral, manterei a postura que sempre tive como parlamentar, ou seja, estarei ao lado dos trabalhadores e em defesa da Zona Franca de Manaus. Isso significa que vamos lutar para tornar os incentivos fiscais do modelo permanente e expandi-los à Região Metropolitana de Manaus. Defenderei esta proposta porque sei que é o melhor caminho para alavancar o interior, gerando emprego e renda para nosso povo. Quero estar ao lado de Eduardo e da Dilma, que será a primeira mulher a governar o país, para ajudar Omar Aziz, que será reeleito, a ajudar o Amazonas. Com dois senadores do Amazonas amigos de Dilma e com trânsito no governo ficará mais fácil defender o Amazonas. 

Quais seus principais projetos para o Amazonas?
Vanessa – Acho que falei um pouco sobre isso na resposta anterior. Mas vamos repetir: Lutar para tornar os incentivos da Zona Franca permanentes, dentro do projeto Zona Franca para sempre. Expandir o modelo para a região metropolitana, gerando emprego e renda no interior. No setor de Educação quero ajudar a fortalecer a educação em todos os níveis. Não podemos esquecer que tivemos um grande avanço, uma conquista principalmente da bancada feminina na Câmara quando nós incluímos no Fundeb, a educação infantil. Para nós, entre a creche até o final do ensino médio todas são questões fundamentais. Também vamos continuar trabalhando para expandir Ufam, os IFETs e UEA para todo o Amazonas. Como já disse, também vou trabalhar para trazer recursos ao Amazonas que vão ajudar o Omar a dar continuidade em obras importantes na capital e no interior como o Prosamim e a construção de escolas de tempo integral. Na saúde também vamos avançar, trabalhando ao lado do governador Omar Aziz. Precisamos melhorar desde o seu atendimento básico até o atendimento especializado. Ou seja, a atenção mais complexa para isso. Agora eu penso que no estado do Amazonas nós precisamos levar para o interior principalmente, médicos especialistas, é o que falta. Vamos estar ao lado de Dilma, eu e Eduardo para trabalharmos com Omar pela Copa 2014.  Isso porque a cidade vai receber um conjunto de obras que ficarão para depois da Copa. É o novo sistema de transporte coletivo, é a cadeia hoteleira, é a preparação das pessoas, a cidade sendo trabalhada para receber esses turistas. Então, isso vai ajudar na cidade e também fazer com que a juventude busque mais no esporte. E eu vejo a questão do esporte muito integrada à questão educacional. Quando a gente fala em escola de tempo integral, nós falamos não só em ensinar a Matemática, o Português, a Biologia, mas também incentivar a prática desportiva.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email