4 de março de 2021

Estado inaugura Centro de Monitoramento

O governo do Estado do Amazonas, por meio da Semgrh (Secretaria de Estado de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos), inaugura neste quinta-feira (14), Cemoham

O governo do Estado do Amazonas, por meio da Semgrh (Secretaria de Estado de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos), inaugura neste quinta-feira (14), Cemoham (Centro de Monitoramento Hidrológico). Instalado na sede da Semgrh, localizada na avenida Humaitá, 175, 4º. andar do edifício Celso Haddad, o Cemoham vai permitir que o governo do Estado do Amazonas tenha acesso, em tempo real, as informações das mais de 300 estações hidrometereológicas espalhadas pelos rios do Amazonas e, portanto, se antecipar, com ações preventivas, aos eventos críticos que ocorrem no Estado, como por exemplo, a cheia histórica de 2012.
De acordo com o titular da Semgrh, Daniel Nava, a partir da entrada em operação do Cemoham, o Estado do Amazonas amplia sua capacidade de previsão, minimizando os impactos junto às populações ribeirinhas atingidas por grandes cheias e vazantes. “Vai nos permitir fazer uso de um planejamento para o enfrentamento desses eventos, como por exemplo, a aquisição de equipamentos e bens necessários para atender essas populações”, explica o secretário Daniel Nava.
O secretário destaca ainda que as informações produzidas a partir do Cemoham serão incorporadas ao Sistema Estadual de Informações sobre Recursos Hídricos do Amazonas, previsto como instrumento da Política Estadual de Recursos Hídricos na Lei Estadual de Recursos Hídricos (lei 3.167 de agosto de 2007). Também serão aproveitadas no Plano Estadual de Recursos Hídricos que está sendo elaborado pelos técnicos da Semgrh.

Parcerias

O Centro de Monitoramento Hidrológico é resultado de convenio entre órgão estadual e a Agência Nacional de Águas (ANA) e conta com as parcerias institucionais do Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM) e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), além dos principais executores das ações de atendimento à população, como é o caso da Defesa Civil do Estado e dos municípios, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Comando Militar da Amazônia e Prefeitura de Manaus.
Nesta fase inicial de implantação do Cemoham serão desenvolvidas ações de monitoramento da cheia e da vazante deste ano, pela Defesa Civil do Amazonas, em parceria com o SIPAM, CPRM e ANA. Caberá a SEMGRH buscar analisar, validar e aperfeiçoar o atual sistema a partir das estações meteorológicas existentes que terão um programa de manutenção, e novas estações que serão instaladas em regiões onde exista vazio das informações.
Ainda este ano as secretarias estaduais de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos e de Planejamento executarão estudos logísticos nas hidrovias que cortam o Estado, iniciando pela composição do Plano Estratégico Amazonas 2030, estruturante das Hidrovias do rio Madeira e dos rios Jatapú/Uatumã/Amazonas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email