Especialistas ensinam a lidar com dinheiro

Pelo quinto ano consecutivo a Expo Money SP leva conhecimento e informação para as pessoas interessadas em aprender a administrar as próprias finanças e conhecer as opções de investimento para conquistar a sua independência financeira. O evento de educação financeira e investimentos, gratuito e totalmente voltado para a pessoa física, acontece de 26 a 29 de setembro no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.
Serão mais de 38 palestras diariamente, durante quatro dias, com profissionais e especialistas renomados do mercado financeiro. O conteúdo abrange todos os níveis de conhecimento, desde o básico e intermediário, até o avançado, abordando temas como planejamento financeiro pessoal, como montar uma carteira de ações, análise técnica (gráfica) e fundamentalista, clubes de investimentos, previdência privada, tesouro direto, finanças comportamentais, entre outros assuntos de grande interesse do público.
A 5ª edição na cidade de São Paulo, conta com oito salas de palestras simultâneas com capacidade para mais de 1.500 pessoas por hora.
“Aumentamos um dia de evento e também ampliamos as salas de palestras e o espaço de exposição para que o visitante tenha mais oportunidade de participar das apresentações e conhecer os produtos e serviços dos expositores, para assim, aprofundar seus conhecimentos sobre as finanças pessoais e da família”, explicou Robert Dannenberg, presidente da TradeNetwork, organizadora da Expo Money.

Perfil do participante

De acordo com o organizador, a cada ano tem crescido a participação das mulheres e também aumentado a qualificação profissional do público da Expo Money. Em 2004, o público feminino representava 15% dos inscritos no evento, e este ano as mulheres correspondem a 29,6%.
Entre os inscritos nesta edição foi observado um crescimento, em relação ao ano anterior, de presidentes, gerentes, profissionais liberais, empresários, investidores e funcionários públicos. Um dos pontos fortes apontados na pesquisa é o aumento no número de pessoas que possui casa própria, de 50,56% para 53,20% e que possui previdência privada, de 29,68% para 34,09%.
Sobre as preferências de investimentos também foi percebida uma migração ou diversificação para a renda variável, principalmente em fundos de ações de 29,3% para 37,27% e em ações diretamente, de 28,6% para 34,77%. Outras opções que também cresceram foram os fundos de Hedge e multimercado de 6,8% para 8,53% e os clubes de investimentos 6,5% para 8,08%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email