Envio de inquéritos por mortes em acidentes de trânsito já supera 2019

Até novembro, a Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat), da Polícia Civil do Amazonas, já remeteu à Justiça mais inquéritos por mortes decorrentes de acidentes no trânsito que a quantidade total encaminhada ao longo de todo o ano passado. Já foram enviados 181 inquéritos sobre os homicídios culposos no trânsito de Manaus. Outros 35 casos estão em investigação.

O envio de inquéritos neste ano já é 9% maior que em 2019, quando 166 casos tiveram sua investigação concluída e submetida ao Ministério Público do Estado. A Deat é a unidade responsável por investigar as mortes no trânsito da capital. Neste ano, não foi registrado nenhum homicídio doloso no trânsito, aquele quando o autor tem a intenção de matar.

“Nós tomamos as providências para que o inquérito seja finalizado e enviado para a Justiça. Temos audiências pré-agendadas sobre cada caso. Localizamos testemunhas e até parentes das vítimas, além de verificarmos novas possíveis testemunhas e câmeras, nas proximidades, que ajudem nas investigações”, explicou o delegado Luiz Humberto Monteiro, titular da Deat.

Além da Delegacia de Trânsito, parcela dos inquéritos dos crimes investigados foi enviada por meio dos outros 30 Distritos Integrados de Polícia (DIP). Nos casos de acidentes que envolvem bens materiais ou vítimas lesionadas, o caso deve ser registrado em Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia mais próxima, ou pela internet, no site www.delegaciainterativa.am.gov.br.

Segundo o delegado, a maioria dos casos envolve acidentes com motocicletas. “Falta principalmente respeitar o próximo, obedecer às regras de trânsito, observar a sinalização, velocidade, não dirigir quando beber, entre outras medidas que ajudam a gerar maior segurança para todo mundo”, disse.

Nos casos de acidentes com vítimas fatais, a perícia do Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) são acionados para os procedimentos no local do fato. No caso dos acidentes em que a vítima é retirada do local e levada para atendimento hospitalar, é necessário fazer a reconstituição do que aconteceu.

Trabalho integrado 

A Deat realiza um trabalho integrado com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), incluindo o compartilhamento de informações. Conta ainda com o apoio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), em casos de reconstituição.

A Deat fica na avenida Autaz Mirim, 7.891, bairro Jorge Teixeira. O telefone da unidade é o (92) 3214-7840.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email