Entrega da declaração do IR pela ­internet é segura, garante Receita

O supervisor nacional do Programa do IR (Imposto de Renda), Joaquim Adir, garantiu na sexta-feira (13) que a entrega da declaração pela internet é totalmente segura

O supervisor nacional do Programa do IR (Imposto de Renda), Joaquim Adir, garantiu na sexta-feira (13) que a entrega da declaração pela internet é totalmente segura. Segundo ele, a transmissão é realizada com dados criptografados (codificados) e com rapidez para evitar a interceptação por crackers (pessoas que usam a rede para furtar senhas ou informações).
“É em segundos. É muito difícil que alguém possa pegar algum dado. Isso nunca ocorreu. Temos certeza que a transmissão é totalmente segura.”, disse.
Joaquim Adir participou do programa Brasil em Pauta da Secretaria de Imprensa da Presidência da República, quando respondeu perguntas encaminhadas por meio de uma cadeia de rádios de todas as regiões do país.
Além das questões relativas segurança, Joaquim Adir foi questionado sobre outros problemas que o contribuinte pode enfrentar na hora de enviar o documento. Um deles diz respeito falta da declaração de rendimentos fornecida obrigatoriamente pelas empresas.

Alternativa viável

Segundo ele, o contribuinte que tem dificuldade para conseguir com a empresa que ­trabalha ou trabalhou as informações para o preenchimento da declaração deve usar os valores que constam no contracheque. “Se ele informar corretamente, não terá nenhum problema. Ele não tem que estar obrigatoriamente com esse documento em mãos”.
O prazo final para a entrega das declarações é 30 de abril, meia-noite, horário de Brasília, para quem usar a internet. Outras formas de entrega obedecem ao horário de expediente das agências do banco ou dos Correios.
A multa para quem atrasar é de R$ 165,74. Devem fazer a declaração as pessoas que durante o ano de 2008 receberam salários superiores a R$ 16.473,72 ou qualquer tipo de rendimento isento ou tributado exclusivamente na fonte, acima de R$ 40 mil.
Os programas para o preenchimento e a transmissão dos dados estão disponíveis na página da Receita na internet desde o dia 2 de março. O endereço é www.receita.fazenda.gov.br.
Além da internet, o contribuinte pode entregar a declaração em disquete nas agências do Banco do Brasil e Caixa Econômico Federal e, em formulário de papel, nas agências dos Correios.
Até as 11h de sexta-feira, a Receita havia recebido 2,1 milhão de declarações do IR. Isso representa 8,4% das 25 milhões de declarações que devem ser entregues Receita neste ano.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email