Empréstimo cresce em abril, bate recorde e chega a R$ 1,248 trilhão

O volume de operações de crédito cresceu novamente em abril e bateu novos recordes. O estoque total de dinheiro emprestado cresceu 0,4% no mês e chegou ao valor inédito de R$ 1,248 trilhão.
Nos últimos 12 meses, a expansão foi de 22,6%, desaceleração em relação aos 25% verificados um mês antes. Essa taxa deve cair para 14% até dezembro, segundo previsão do Banco Central.
O número também foi recorde na comparação com o PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas), passando de 42,5% em março para 42,6% no mês passado. A previsão do Banco Central é chegar ao patamar de 44% do Produto Interno Bruto no fim do ano. Em relação aos novos empréstimos, a média diária de novas concessões cresceu 1,2% em abril, para R$ 7,164 bilhões.
Foi o quarto mês seguido de crescimento. O avanço se concentrou no crédito para o consumidor, que avançou 7,6%. O destaque foi o crédito pessoal, que avançou 22%.
No caso das empresas, houve recuo de 2,3%, principalmente no capital de giro (-12,9%) e financiamento à exportação por meio de contratos de ACC (-17,1%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email