Empresas podem comprar juntas

A partir deste mês, as empresas já contam com uma nova funcionalidade que permite unir forças para comprar juntas. Em uma iniciativa inédita no Brasil, a CH Master Data –empresa brasileira de tecnologia de gestão de cadastros de materiais –e a Procurement Garage (PG) –consultoria da área de suprimentos –firmaram uma joint venture para viabilizar um Grupo de Compras Integrado (iGPO), por meio da iniciativa JUMTOS.

A novidade é revolucionária porque a CH Master Data é a única empresa no mundo a gerir um Cadastro de Materiais e Serviços compartilhando informações entre as empresas clientes. Todo item cadastrado recebe um Código CH, que é correlacionado ao código de cada empresa cliente. É uma espécie de CNPJ que identifica e mapeia cada item cadastrado. 

Através desse código, é possível identificar todas as empresas clientes que utilizam o item. Além disso, é possível concentrar no Código CH os fornecedores de cada item e as opções de fabricantes possíveis. 

Podem participar do JUMTOS todas as empresas já cadastradas no portal Webformat, plataforma da CH Master Data que faz esta gestão dos materiais e catálogos

A iniciativa consegue integrar em uma base unificada as seguintes informações que potencializarão as negociações com os fornecedores:

– Grandes volumes de compras;

– Fornecedores homologados de cada empresa;

– Itens mapeados por fornecedor e fabricante;

– Históricos de preços;

– Fabricantes homologados.

O JUMTOS tem como principais objetivos negociar grandes volumes, com muitos fornecedores confiáveis, para obter os melhores preços e prazos de entrega.

Em um primeiro momento, o JUMTOS atuará na otimização de compras de diesel, ferramentas, material de fixação, material elétrico, EPIs, pneus, rolamentos e lubrificantes (óleos e graxas).

A solução entregará toda a estratégia de compra e de melhoria, enquanto o cliente final, as empresas, cuidarão somente dos processos finais: implementação do projeto e gerenciamento do fornecedor. Na fase de testes, estudos apontaram uma economia de até 19% em relação ao valor gasto anteriormente.

Em um momento em que a indústria busca melhorar suas margens, a novidade deve em breve ter muitas empresas participantes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email