Empresa intaliana investe na divulgação e distribuição da cachaça baiana na Europa

Um contrato de exclusividade foi firmado entre a empresa italiana Comudi Internazionali e a Cooperativa e Associação de Produtores de Cana de Açúcar de Abaíra, na Bahia, estipulando o fornecimento anual de 1,5 milhão de garrafas da Cachaça de Abaíra até 2010. No primeiro lote, 20.160 garrafas de 700 ml do destilado de característica artesanal deixou a cidade, localizada na Chapada Diamantina, a 616 quilômetros de Salvador, com destino a Gênova, na Itália.
Um dos sócios da Comudi Internazionali ao lado dos italianos Emannoele Muroni e Maurizio Colopraci, o brasileiro Marcelo Dias explica que a opção pela Cachaça de Abaíra se deu pela qualidade do produto. Antes de fechar o contrato de fornecimento com a Apama/Coopama, associação e cooperativa dos produtores, ele levou exemplares da cachaça baiana para serem avaliados pelo degustador de uma das mais tradicionais distribuidoras de bebidas da Itália, a Psenner, que tem 180 anos de atividades no ramo. “O degustador profissional considerou a Cachaça de Abaíra a melhor entre outras cinco brasileiras famosas também experimentadas”, garantiu.
De acordo com Dias, depois da aprovação a Psenner comprou todo o primeiro lote da Cachaça de Abaíra, adquirida pela Comudi Internazionali, para distribuí-la no continente europeu. Ele diz que o drinque de caipirinha está em moda na Europa. “Ainda não existe o hábito do consumo da cachaça pura, que geralmente é envelhecida, por isso preferimos comprar a cachaça tipo prata para drinques, sem ser envelhecida. Firmamos um contrato de exclusividade de fornecimento para Europa por 10 anos”.
A Comudi Internazionale já começou a investir na divulgação da Cachaça de Abaíra na Europa. Em fevereiro, a empresa italiana expôs o destilado, ranqueado entre as 20 melhores cachaças pela revista Playboy, na feira de Rimini, na Itália, promovendo a degustação do produto na forma de vários drinques tropicais. “A feira de Rimini atrai empresários do setor de bebidas de toda a Europa e investimos na contratação de um renomado bartender para produzir os drinques”, disse Marcelo Dias.
O negócio com os italianos vai dar um grande impulso à produção da Cachaça de Abaíra, que, apesar da qualidade reconhecida nacionalmente teve comercializada no mercado nacional apenas 75 mil garrafas do destilado no ano passado, quando a capacidade instalada é de 360 mil litros. A transação internacional, quando estiver a pleno vapor, fornecendo 1,5 milhão de garrafas, vai injetar cerca de R$ 8 milhões na região, que além de Abaíra compreende também os municípios de Jussiape, Mucugê e Piatã.
Responsável pela produção da Cachaça de Abaíra, a Apama/Coopama, associação e cooperativa que reúnem 140 produtores da região, já estima a expansão do número de associados para 900 nos próximos dois anos e investimentos para ampliar a capacidade produtiva. “Esse contrato de exportação vai contribuir bastante para que nós possamos trazer para formalidade outros produtores, que produzem e vendem cachaça clandestinamente”, diz o presidente da Apama, José Silva.
Na região onde se estima a produção de 10 milhões de litros de cachaça, apenas 5% atualmente é fabricada de maneira formal, de acordo com o processo de qualidade. A organização e profissionalização do setor é recente e vem contando com a participação do Sebrae, prefeituras municipais e órgãos dos governos estadual e federal.
Segundo o coordenador do Sebrae/BA, Paulo Mesquita, ações de capacitação técnica e de gestão, além da difusão da cultura do associativismo e cooperativismo entre os produtores, estão sendo implementadas pela instituição há alguns anos. “Nessas localidades o Sebrae também colabora na elaboração de projetos para unidades produtivas e disponibiliza sua metodologia Geor – Gestão Estratégica Orientada para Resultados”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email