Empresa Basf divulga soluções inovadoras para o automóvel Nano

“Nós acreditamos que ajudar os nossos clientes a atingir ainda mais sucesso é estratégico para nosso crescimento futuro”, disse o presidente da Basf para o sul da Ásia e membro do Comitê Executivo do Grupo Basf na Índia, Prasad Chandran. “Por esta razão, trabalhamos junto a nossos clientes e buscamos sempre lhes oferecer soluções inovadoras e personalizadas. O projeto Tata Nano tem sido especial para a Basf na medida em que pudemos transpor barreiras geográficas, técnicas e intelectuais para irmos ao encontro das necessidades específicas da Tata”, ressaltou Chandran.
Desenvolver produtos para o Nano foi um desafio que necessitou de soluções personalizadas, além de processos que focassem nas necessidades específicas da Tata Motors. O projeto Nano envolveu a união global de diversos especialistas da Basf para criar sinergia para a inovação.
A unidade de catalisadores da Basf desenvolveu um catalisador conversor para o Nano, que atende todos os padrões de controle de emissões da Índia. Os especialistas locais da em­presa na região são apoiados por colegas do Nafta para alcançar o melhor custo-benefício. A Basf opera uma planta para a produção de catalisadores em Chennai, na Índia.
O coletor de admissão de ar do Nano será produzido pela Tata Visteon e emprega o Ultramid da Basf, plástico de engenharia reforçado com fibra de vidro. Geralmente, a peça fornece ar para a combustão e é tradicionalmente feita em alumínio. Quando se substitui este material por Ultramid®, consegue-se diminuir 40% do peso, o que auxilia na diminuição do consumo de combustível e das emissões de gases, características essenciais do Nano. A Basf forneceu suporte técnico desde a fase do conceito até a otimização do produto com todas as simulações, utilizando inclusive os serviços de testes de peças nos laboratórios da divisão de plásticos de engenharia da empresa em Ludwigshafen.
O projeto foi uma parceria entre a Visteon e a Basf (de várias localidades) e centros técnicos automotivos da Ásia, com o objetivo de desenvolver o automóvel de maneira eficiente, além de sempre cumprir os prazos do planejamento inicial.

Adicionando cores

A contribuição mais aparente da Basf na produção do Nano é a cor e o brilho no exterior do veículo. A empresa fornece também as tintas automotivas para a Tata Motors desde 1998 para os modelos Indica, Sumo, Safári, Indigo, entre outros.
Agora, a unidade de tintas da Basf foi a escolhida pela Tata Motors para fornecer algumas cores para o Nano.
“Produtos inovadores, serviços e processos eficientes são particularmente importantes para um projeto como o Nano”, afirmou o vice-presidente do Grupo Basf e responsável pela coordenação do grupo da Indústria automotiva na Ásia, Hermann Althoff.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email