Empresa adota marca mundial no Amazonas

Seguindo a tendência mundial de unificação de marcas regionais sob uma marca forte e de peso, o Cemento Amazonas distribuído na Amazônia Ocidental pela Cimento Vencemos do Amazonas Ltda., passou a partir da última segunda feira (16), a adotar a marca mundial CEMEX – Cementos Mexicanos S.A, empresa que se situa entre as 10 maiores fabricantes mundiais de cimento. A estratégia já vinha sendo implantada em países próximos como Colômbia e Panamá, em junho e novembro deste ano respectivamente.
A Cementos da Amazônia, agora CEMEX, está presente em Manaus desde 1996, empregando 60 colaboradores diretamente e aproximadamente 150 indiretamente e nos últimos dois anos tem participado ativamente de obras comerciais e habitacionais, públicas e privadas, como shoppings e casas populares, explica o diretor-presidente da Cemex no Brasil, Afonso Sato “é uma satisfação estar presente em ações do governo, como o Prosamim e conjuntos habitacionais gerados pelo PAC (Plano de Aceleração do Crescimento). Ainda estamos presentes em grandes construções que modificaram a infarestrutura da cidade de Manaus, como a reestruturação das vias de mobilidade urbana como viadutos da av. Rodrigo Otávio e viaduto do São José, além de parte da reforma do Aeroporto Eduardo Gomes.”

Estratégia para consolidar marca

Com o fim das grandes obras (Aeroporto, Arena da Amazônia e outras) marcado para 2014 a CEMEX traça novas estratégias “sabemos que vai haver uma retração no mercado e por isso, entre ações de fortalecimento está a expansão de nosso portfólio, abrindo um leque maior de ofertas, trabalhando além do cimento, com concreto e agregados (pedra e areia), atendendo de forma mais integral, com o know-how de uma das maiores do mercado. Nossos planos são os de passarmos de revendedores para provedores de soluções para os clientes” conta Sato.
A CEMEX está presente em vários países o que barateia o cimento usado em Manaus “temos várias fontes, importamos da Espanha, EUA e Caribe. Por enquanto, atuamos apenas no Amazonas e alguns Estados e países da Amazônia Ocidental. Este novo portfólio, aliado a nossa expertise irá servir para o reconhecimento da CEMEX no Brasil inteiro,” resume o diretor.
Mais incentivos fiscais poderiam ser grandes fatores para o crescimento da marca no Estado “estamos trabalhando arduamente na região, mas contamos apenas com os incentivos da Suframa na isenção do PIS e Cofins. Não temos nenhum incentivo quanto a redução do ICMS, o que dificulta a expansão do mercado, mesmo assim, acreditamos na Amazônia e a vemos como um mercado atraente,” fecha Sato.

Números da CEMEX

A CEMEX mundial tem um faturamento anual de US$ 15 BI em mais de 50 países, com 61 fábricas próprias e participação em mais 12 plantas ao redor do mundo. Os negócios de concreto e agregados (areia, pedra, aditivos) são responsáveis por 53% do faturamento anual e consolidam o posicionamento estratégico da empresa em oferecer soluções para construção.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email