Emprego da pessoa com deficiência cresce 40%

A qualidade do trabalho conjunto entre a área de Mercado de Trabalho e a área de Relações Institucionais e Parcerias Estratégicas foi uma das principais conquistas do IBDD no ano passado, é o que demonstra a análise das atividades do Instituto apresentadas no Relatório de 2012. O empenho do IBDD na consolidação de uma metodologia diferenciada para desenvolver sua relação entre a pessoa com deficiência e as empresas produziu excelentes resultados, trazendo respostas sólidas aos novos desafios na inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.
Em 2012, houve um aumento de 40% na quantidade de pessoas empregadas aliado a um trabalho bem-sucedido junto às empresas que procuraram o IBDD para melhorar o perfil das vagas oferecidas. O avanço é resultado de um excelente aproveitamento na fidelização de clientes: em 2012, 75% dessas empresas já haviam trabalhado com o Instituto anteriormente.
“Estipulamos parâmetros mínimos de salário, benefícios e ocupações. Vagas que não estivessem dentro do nosso padrão não eram trabalhadas. Além disso, tentamos sensibilizar as empresas para que elas entendessem a importância de oferecer vagas para pessoas com ensino superior, abandonando o mito de que não existem pessoas com deficiência qualificadas no mercado”, explica Ana Catarina, gerente da Área de Mercado de Trabalho.
Em 2012, o Centro de Desenvolvimento de Competências do IBDD realizou 22 turmas com um total de 470 matrículas. Todos os cursos oferecidos foram patrocinados por empresas, o que evidencia a confiança no trabalho do Instituto. Outro resultado positivo foi o fato de que os cursos foram desenhados para atender especificamente às demandas das empresas, o que resultou na contratação de 100% dos alunos aprovados.
Merecem destaque as 64 palestras de sensibilização realizadas, que são importantes instrumentos adotados pelo IBDD para a criação de um novo olhar sem preconceitos sobre a capacidade profissional e o emprego da pessoa com deficiência. Mais de 1.000 pessoas foram sensibilizadas em empresas de todo país.
“O grande diferencial este ano foi o aumento considerável do número de empresas que diversificaram suas demandas, especialmente na área de preparação do ambiente empresarial. Esse aumento de quase 100% representa a continuidade da atenção especial dispensada pelo IBDD na preparação das empresas como parte primordial da inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho”, analisa Catarina Amaral, gerente de Relações Institucionais e Parcerias Estratégicas do IBDD.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email