Empregados facilitam invasão de vírus na internet

Já 45% dos empresários registraram que acessos não autorizados foram feitos de dentro da própria firma. De acordo com a consultoria, os dados mostram que os funcionários andam perdendo tempo e produtividade por conta das navegações indevidas na web.

Para as empresas de qualquer porte adotar medidas de segurança e controle do uso da internet se faz cada vez mais necessário, assim podem obter um maior aproveitamento e aumentar a produtividade de seus funcionários.

Um dos fatores que promete contribuir ainda mais para esse tempo ocioso desperdiçado na internet é o aumento da disseminação da TV na rede de computadores. Grandes empresas de TV em todo o mundo já disponibilizam parte de sua programação na internet e afirmam que pretendem aumentar o número de programas para o acesso.

Por isso, empresários de todas as áreas estão investindo na criação de um sistema de segurança de dados, para que o banco não sofra ataques de vírus, permita acessos indevidos ou gere panes em sistemas. Para Cláudio de Paula, CEO da SuperCom Digital, empresa de soluções integradas em TI, “outra medida importante para controlar o uso da Internet pelos funcionários é adotar um sistema de senhas de segurança e, assim, selecionar aqueles que podem ter acesso a certas informações e aqueles que não podem”.

Uma recente pesquisa realizada pelo Ibope mostra que no último semestre, quase 37 milhões de pessoas acessaram a internet. Ou seja, cerca de quatro milhões a mais que no ano passado. A maioria dos funcionários utilizam a rede para mandar e-mails, participar de sites de relacionamento e assistir a vídeos e programas de TV on-line. Já a busca de informações e as pesquisas aparecem em segundo lugar.

Programação incentiva

Atualmente, alguns programas são feitos exclusivamente para serem transmitidos na rede em sites como You Tube. No Brasil, isto não é diferente. Um exemplo é a Alltv.com.br, que possui programação exclusiva 24 horas para a internet e a Globo.com que aposta em disponibilizar trechos de sua programação.

Cláudio ainda afirmou que a implementação de uma segurança gerenciada deve ser feita levando-se em conta o tamanho e a necessidade de cada empresa. “Através de nossas soluções em TI o cliente não compra nem o hardware. O que ele faz é um contrato conosco e nós colocamos o equipamento em sistema de comodato”, explicou a o diretor da SuperCom.

Amaury Zeferino, diretor de TI da Extrader, é um dos empresários que adotou as soluções oferecidas pela SuperCom. Ele relatou que um dos benefícios é não precisar investir na aquisição de novos softwares e hardwares.

De acordo com Zeferino, “outro fator interessante é contar com um suporte 24 horas e, ainda, usar conforme a demanda da empresa”. Após implementar os serviços, a Extrader registrou um aumento da produtividade, já que o acesso à rede foi controlado e toda a entrada e saída de informações via internet foi gerenciada. A empresa ainda pode obter um melhor controle sobre a movimentação de e-mails. O uso da internet ficou restrito às questões profissionais, diminuindo o tempo gasto pelos funcionários com entretenimento e também os registros de infecção do sistema por vírus.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email