Em 8 anos, CAIXA aplicou apenas 0,01% no crédito rural do Amazonas

Meu muito obrigado ao deputado federal Alberto Neto por ter desvendado quanto a Caixa Econômica Federal aplicou no agronegócio amazonense nos últimos 8 anos. A resposta oficial da CAIXA mostrou que ela aplicou no Brasil R$ 44 bilhões em 8 anos. No Amazonas, apenas 4,3 milhões. Isso equivale a 0,01% do valor total aplicado no Brasil. Isso explica muita coisa, quem é do setor primário sabe o que isso gera de atraso ao setor agropecuário local, ao nosso produtor rural. Espero, agora, que o assunto entre em pauta na assembleia legislativa, conselhos e pelos órgãos de controle, pois a não chegada desse recurso ao setor rural do Amazonas gera a extrema pobreza, a fome, violência, desemprego, abandono da zona rural entre tantos outros. Quem sabe isso explica a metade dos amazonenses em vulnerabilidade social, segundo dados do IBGE/2018. Soube, também, que é intenção do parlamentar realizar videoconferência com a regional da CAIXA Amazonas para tentar encontrar solução, o mais urgente possível. O Interior precisa desse apoio da CAIXA na área rural, não só do Banco do Brasil e do Banco da Amazônia. Nesse encontro, é importante a participação de todos os membros do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável – CEDRS. Seria um encontro não para levantar culpados, pois já perdemos muito tempo, e tem vários culpados, mas para abrir caminhos ao nosso produtor rural junto a CAIXA. Não faz sentido aplicar apenas 0,01% em nosso estado. É sempre bom lembrar que o acesso ao crédito rural sempre foi pauta da FAEA, FETAGRI e OCB nos documentos entregues aos candidatos ao governo do Amazonas. 

Respostas da CAIXA

Tive acesso ao documento que foi encaminhado ao deputado federal Alberto Neto. O parlamentar fez três questionamentos à CAIXA. A respostas foram essas: “…Durante os 8 anos de atuação no setor do agronegócio, os financiamentos da Caixa Econômica Federal ligados ao setor do agronegócio no Estado do Amazonas totalizaram R$ 4,3 milhões…”. “…Os recursos foram destinados às atividades de pecuária, nas finalidades de custeio, para manutenção de atividade de recria/engorda, e investimentos, para aquisição de animais…”. “…Existem 7 (sete) agências CAIXA no estado do Amazonas que operam com o agronegócio: Itacoatiara, Tefé, Maués, Presidente Figueiredo e três em Manaus…”.

Mais uma vez meu muito obrigado ao deputado federal Alberto Neto, que mesmo não tendo origem no setor rural, tem ouvido, defendido e apoiado o setor em vários assuntos. Sua assessoria parlamentar está de parabéns por acompanhar os assuntos do nosso setor rural.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email