3 de dezembro de 2021

Elisa Ponte lança livro para quem busca a felicidade

Para o grego Aristóteles a felicidade é o equilíbrio e a harmonia que se consegue praticando o bem. Pirro de Élis acreditava que a felicidade vem através da tranquilidade. O filósofo indiano Mahavira pregava que com a não violência se atingia a felicidade plena. Para Epicuro, conseguimos a felicidade quando satisfazemos nossos desejos. Na China, Confúcio dizia que a felicidade vinha com a harmonia entre as pessoas, já Lao Tsé, achava que para se ter felicidade bastava usar a natureza como modelo.

Para a digital influencer e master coach, Elisa Ponte, “a receita da felicidade é formada por vários ingredientes que, juntos, ativam todos os hormônios que nos fazem nos sentir felizes”.

Elisa acaba de lançar o livro ‘As chaves da felicidade’ que, segundo ela, traz essa receita. Com 1,6 milhão de seguidores no TikTok e quase 100 mil no Instagram, a jovem escritora pretende que seu livro sirva para ajudar muitas pessoas.

“Momentos extraordinários são aqueles em que você se sente pleno. Só o fato de você acordar, se olhar no espelho, sentir seu respirar e ouvir sua doce voz declarando em voz alta ‘eu tenho mais uma oportunidade de fazer diferente’, é extraordinário”, falou.

“Eu sempre repito: somente por hoje eu escolho ser feliz, somente por hoje eu escolho dar o meu melhor. Se você aplica essa regra básica diariamente, se sentirá muito feliz. Não importa onde esteja, se sentirá saciada com o simples fato de saber que está movendo o seu melhor para viver todos os momentos de uma forma que sempre almejou”, completou.

Bobinhos ou educativos

Elisa Ponte é graduada em tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, pela Faculdade Cathedral, de Boa Vista. É master coach de inteligência emocional e empoderamento feminino; business and executive coaching practitioner em programação neurolinguística; coaching em vendas; analista comportamental; master em programação neurolinguística; keynote speaker program; e especialista em relações interpessoais.

Fazendo parte do fenômeno que vem acontecendo no mundo, principalmente no Brasil, Elisa usa as redes sociais para expor o seu dia a dia, e milhares de pessoas a seguem por causa disso. No Instagram dela os seguidores ficam sabendo do seu trabalho, seus melhores momentos, sua rotina de vida.

“Em meus vídeos, sejam bobinhos ou educativos, sempre procuro deixar alguma mensagem positiva. Minha maior prioridade é fazer com que as pessoas que se conectam comigo se sintam felizes. E eu tenho tido grandes resultados com a forma que venho trabalhando”, explicou.

Devido à grande quantidade de seguidores que possui nas redes sociais, Elisa recebeu um convite do IBC (Instituto Brasileiro de Coach) para participar como co-autora do livro ‘Autoconhecimento e empoderamento’.

“Me apaixonei pela experiência de escrever, então resolvi fazer meu próprio livro no qual, apesar de todas as páginas serem cor rosa, os ensinamentos seriam direcionados para os leitores, homens e mulheres, vivenciarem o melhor da vida. Acredite, a felicidade não é uma utopia. Ela existe e é real como o ar que respiramos”, ensinou.

Felicidade como legado

Baseado na sua própria história de vida, Elisa revelou que o conteúdo do livro foi surgindo após várias horas de estudo sobre inteligência emocional e como se adquirir a felicidade, além de ler outros livros sobre o assunto e entrevistar mais de 1000 pessoas.

Ela concluiu, então, que existem várias formas para se conseguir a felicidade e, no livro, disponibiliza 21 chaves para se chegar a esse sentimento, com possibilidades de o leitor criar a 22, 23, 24…

“Ser feliz é uma escolha e você precisa aprender a encontrar essa felicidade diariamente. Quando aprende que, independentemente das circunstâncias, você pode ser feliz, acaba experimentando doses únicas de amor próprio. É como se adquirisse o vício de querer se sentir bem todos os dias. É preciso treino e prática, mas o melhor é que não dói, ao contrário, a pessoa adquire super poderes”, contou.

Elisa é fundadora do time ‘Menos julgamento, mais aceitação’.

“Essa é a minha frase de afirmação.  Me conectei com algumas pessoas, que me acompanham nas redes sociais e, durante muitas horas de live e conteúdo, percebi que quem está ao teu redor, sempre está te julgando e te condenando. Resolvi criar um time de meninas empoderadas através de um grupo de WhatsApp, a fim de buscar por um mundo com menos julgamento e mais aceitação. Quando você se permite tirar o julgamento que faz sobre uma pessoa, tem a oportunidade de conhecer o melhor dela”, afirmou.     

“Fazer as pessoas felizes será meu maior legado”, finalizou.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email